“Masturdating” é a mais recente tendência de encontros a experimentar

A arte de “namorar” nunca mais vai ser a mesma! Fixem: ‘Masturdating’!

Agora há uma palavra nos lábios de todos: ‘masturdating’! É um termo que foi falado pela pimeira vez publicamente  em 2015 no talk show americano Late Night com Conan O’Brien, mas parece estar a voltar.

Mas afinal o que é masturdating?
Soa muito semelhante a outra palavra, muito mais rude. Mas na verdade não há nada de rude ou até de sexual nisso.

(Imagem: Getty)

‘Masturdating’ é simplesmente a arte de sair para um encontro,  desfrutar de uma refeição ou ir ao cinema completamente sozinho(a)!

 

 

Porque devemos dar uma chance?  Gastar tempo de qualidade é extremamente importante. Porque não fazê-lo consigo próprio!?

A bem da verdade se decompor-mos a palavra masturdating em Mastur+dating… Masturbação “normalmente (eu seu que não não só 😀 ) é sozinho(a) e dating=encontro… Encontro sozinho! 😀

Autoridades pedem aos americanos que parem de lavar e reutilizar preservativos

A agência de saúde pública dos Estados Unidos faz alerta pelo Twitter após estudos indicarem que entre há 1,4% a 3,3% de utilizadores que dizem ter reutilizado preservativos num mesmo ato sexual.

Os preservativos são feitos para serem usadas uma única vez, mas muita gente pelos vistos não sabe disso.

Uma das principais agência de saúde pública do mundo, o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC STD), nos Estados Unidos, recentemente viu a necessidade de emitir um alerta à população e fê-lo na sua conta do Twitter  onde dizia:

“Estamos a falar porque as pessoas fazem isso: não lavem nem reusem preservativos. Usem um novo a cada ato sexual”

O CDC também divulgou um link para uma página com informações sobre como usar preservativos masculinos e femininos e sua eficácia na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, as DSTs.

Qual a necessiadde de tal aviso? Estudos comprovam que entre 1,4 a 3,3% dos amercanos faz isso!  Ou seja, lava e reutiliza os mesmos.

Reutilizar um preservativo aumenta as probabilidades de que ele se rompa. E lavá-lo com água e sabão não adianta pois não elimina nem os vírus, bactérias ou esperma.

Entre outras falhas frequentes, estão colocar o preservativo no meio do ato sexual ou tirá-lo antes de acabar e não desenrolar a camisinha por completo.

O uso correto e constante de preservativos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), reduz em 80% ou mais risco de uma pessoa pegar DSTs, HIV e hepatite viral. É também  98% eficaz na prevenção de gravidez quando usada corretamente, mas esse índice pode cair para 85% em situações quotidianas, devido a erros de manuseamento.

Músico mata namorada com… 33 dentes de alho!

O músico vietnamita Nguyen Viet Cuong, de 40 anos, é acusado de matar a namorada Huyn, de 20 anos, sufocada com 33 dentes de alho. O homem teria forçado a jovem a engolir a cabeça de alho durante uma sessão de exorcismo.

Nguyen começou a ter alucinações após consumir droga e acreditou que ambos estavam possuídos por espíritos demoníacos. O cantor sugeriu que eles engolissem dentes de alho como forma de exorcismo, mas a vítima recusou-se .

Revoltado, o músico forçou-a a deitar-se no chão e inseriu a cabeça de alho (composta por 33 dentes de alho) na boca dela. O corpo foi encontrado na manhã seguinte e o rapaz não soube explicar bem o que havia acontecido.

Segundo o Daily Mail, ele foi preso e aguarda o julgamento do caso.

Vereador sueco propõe pausas no trabalho de uma hora… para sexo!

Os suecos deveriam ser autorizados a ter uma pausa de uma hora no trabalho para terem relações sexuais com os seus parceiros, propôs um vereador de uma pequena cidade daquele país.

“Há estudos que mostram que o sexo é saudável”, disse Per-Erik Muskos, de 42 anos, o vereador da cidade de Overtornea (norte da Suécia) que apresentou a moção para a pausa sexual.

Em declarações à agência francesa AFP, o vereador disse que a sua proposta visa melhorar as relações pessoais dos cidadãos. Per-Erik Muskos considerou que na sociedade atual os casais não passam tempo suficiente um com o outro e a sua proposta é “sobre melhorar os relacionamentos”.

O vereador reconheceu que não haverá forma de verificar se os empregados não usam a sua hora para outros fins que não seja estar com os parceiros.

Per-Erik-Muskos

“Não podemos garantir que o trabalhador não vai antes dar uma volta”, disse Muskos, acrescentando que os empregadores precisam de confiar nos seus empregados. Acrescentou ainda que “não vê qualquer razão” para que a moção seja chumbada.

Sem contar com os finlandeses e os franceses, os trabalhadores a tempo inteiro suecos são os que trabalham menos horas, com uma média de 1.685 horas em 2015.

Os britânicos trabalharam em média 1.900 horas e os alemães 1.847 horas em 2015. Os portugueses, cerca de 1796,6 (em 2016)

Via : JN

13% dos jovens franceses não se consideram ‘nem homens nem mulheres’

Segundo pesquisa do governo francês, 36% dos franceses defendem que o Estado deveria reconhecer existência de ‘outro’ género.

Nem homens, nem mulheres. Segundo uma pesquisa realizada pelo instituto OpinionWay, cerca de 13% dos franceses entre 18 e 30 anos não se sentem identificados nem com o género masculino, nem com o feminino, segundo o jornal francês “20 Minutes”.

No caso da população francesa em geral, de todas as faixas etárias reunidas, o contingente de pessoas que não se considera homem ou mulher desce para 6%, segundo pesquisa deste ano efetuada pelo governo francês.

“Isto não tem nada a ver com orientação sexual (homossexual, bissexual ou heterossexual) ou com mudança cirúrgica de sexo”, explica o periódico.  “Estas pessoas colocam em causa a dimensão fixa e binária do género: ou elas são nómadas do género, ou preferem não explicitar o seu género”, resume Arnaud Alessandrin, sociólogo especializado em género e discriminações da Universidade de Bordeaux, entrevistado pelo 20 Minutes.

A dinâmica de identidade apresenta diversas variantes, segundo o jornal. “Alguns se identificam como sem género (8%, na pesquisa Opinion Way), outros preferem o termo gender fluid (11%). Mas o conceito de não-binário parece ser o mais adequado, atingindo 36% do público jovem entrevistado”, afirma o periódico.

“Estatisticamente, ser ‘sem género’ continua a ser uma experiência muito marginal, mas a luta contra os estereótipos de género faz muito sentido junto dos jovens”, continua Alessandrin. Mas não apenas para os jovens. “Segundo uma pesquisa do governo francês, a YouGov, 36% dos franceses acreditam que o Estado deveria reconhecer a existência de um ‘outro’ género”, finaliza ao 20 Minutes.

Mulheres que tenham pelo menos sete parceiros sexuais ficarão inférteis

“Se a mulher tiver sete homens antes do nascimento do primeiro filho, há 100% de chance de ela ficar infértil”… Quem o diz é o ministro da Saúde da Chuváchia (ou Tchuváchia).

“Se a mulher tiver sete homens antes do nascimento do primeiro filho, há 100% de chance de ela ficar infértil”, disse o Ministro Vladimir Viktorov numa palestra, segundo reportagem da emissora russa Rain. Na plateia de 200 pessoas estava o presidente da Chuváchia, Mikhail Ignatyev.

A declaração do ministro, de 48 anos, teve grande repercussão nas redes sociais. “Está claro que algumas pessoas ainda não se distanciaram muito em termos evolutivos em relação aos macacos”, protestou uma internauta.

“Não sei se rio ou choro. E por que sete homens? Por que não seis ou oito?”, lamentou outra.

Mas se pensam que só ele pensa assim, desenganem-se! Uma outra autoridade da Saúde na Tchuváchia concordou com Viktorov. “Não aconselhamos a brincar à roleta russa com o seu corpo. Você pode não ter sorte”, comentou o médico Sergei Milayev.

Esta não foi a primeira vez que o tema aparece oficialmente na Federação Russa, cujo governo é constantemente acusado de promover cruzadas moralistas e supremacistas. Anna Kuznetsova, assessora do presidente Vladimir Putin para assuntos femininos, já declarou: “Se uma mulher tem vários parceiros, é altamente provável que ela tenha um bebé fraco, por causa da mistura de informação.

Nota de rodapé: Chuváchia é, para quem não sabe (e eu confesso nem sequer sabia que existia)  uma das mais pobres repúblicas da Federação Russa. Site (em russo, claro 😀 ) aqui.

Mapa da Federação Russa | Chuváchia (assinalada a vermelho) | Bandeira no canto superior direito

Mulher é a sua própria gémea

Taylor Muhl é a sua própria gémea. Isso mesmo. Parece esquisito? Sim parece. Mas saiba a história.

Tudo remonta ao inicio da gravidez da mãe de Taylor Muhl quando, sem ela saber, tinha dois ovos fertilizados no seu útero. Mas, em algum momento da gravidez, os dois fundiram-se, criando um feto com dois códigos genéticos completos, ou seja, duas vertentes completamente separadas de DNA. Essa é a definição de quimerismo. E esse é o caso de Tayloy Muhl.

Muhl tem dois sistemas imunológicos – o dela e o da sua irmã (“gémea”). O seu está constantemente a tentar-se livrar do sistema “estrangeiro”. Mas, claro, não pode. O resultado? Problemas autoimunes e surtos, bem como uma variedade de alergias. Muhl também tem dois fluxos de sangue e uma linha no centro do estômago, um lado da linha mais escuro do que o outro. O tom de pele mais escuro é o da sua “irmã gémea”.

Foto: Jim Jordan

Só recentemetente contou a sua história. Até porque só recentemente descobriu finalmente de que padecia “Durante mais de metade da minha vida eu nem sabia que tinha quimerismo. Disseram-me que eu tinha uma marca de nascença”.

Mas havia outros sinais também, como a “obsessão” de Muhl por ter uma gémea. “Aos seis ou sete anos de idade, eu perguntava à minha mãe a toda hora se eu era gémea. “Você tem certeza de que não teve outro bebé?” 

Quando Muhl estava no início da adolescência, ela começou a ficar doente muitas vezes e ninguém conseguia descobrir o porquê. Médicos após médicos tinham sempre a mesma resposta, “Nós simplesmente não sabemos.” “Eu comecei a ter problemas autoimunes. Sou muito sensível às comidas e aos medicamentos. Sou alérgica a picadas de insetos num lado do meu corpo, mas não no outro. O meu piercing no umbigo fica no lado da gémea e posso usar joias nele. Mas do meu lado, só posso usar ouro branco porque minha pele é muito sensível”.

Muitos anos depois, após extensivos testes, um médico finalmente descobriu: Muhl possui a rara condição de quimerismo. O quimerismo é raro em seres humanos, há registo de apenas 40 casos.

China quer proibir shows de strippers em funerais

Uma insólita tradição nas províncias de Henan, Anhui, Jiangsu e Hebei pode estar com os dias contados. O Ministério da Cultura da China decidiu combater a apresentação de strippers nos funerias no interior país.

Começamos por ficar atónitos: stripers nos funerais? Vão acabar? Mas afinal porque existem? Bem a explicação é “simples”: as famílias em zonas rurais do país mais populoso do mundo apelam a strippers com a finalidade de aumentar o número de presentes no funeral dos entes queridos. Funerais com muita gente ajudam o espírito do falecido, segundo a crença local. Mas o governo da China classifica os “espetáculos de strip” como atos de “decadência moral e cultural”.

A população das províncias onde a prática se tornou popular está a ser incentivada, com prémio em dinheiro, a denunciar velórios com dançarinas eróticas, consideradas “degradantes, obscenas e vulgares”. Há uma linha telefónica especial para as denúncias, contou o “Global Times”.

Esta é a terceira vez – e a mais vigorosa – que o governo de Pequim decide combater a prática.

As strippers também costumam ser contratadas para espetáculos em casamentos e eventos em templos na China.

Leia também:

Angels de Robbie Williams é música preferida para funerais no Reino Unido

Brasileiro viciado já assistiu a mais de 5000 funerais

10 empregos bizarros que já não existem mais

 

Fenómeno raro e incrível deixa percurso pedestre submerso em rio cristalino

 O vídeo de um percurso pedestre, postado nas redes sociais na última quinta-feira (15), causou espanto e dúvida a muita gente.

O registo foi feito no dia 2 de fevereiro por um guia de passeio, durante monitorização no Recanto Ecológico Rio da Prata, no município de Jardim, distante 239 quilómetros de Campo Grande no estado de Mato Grosso do Sul (Brasil).

Pelas imagens, é possível ver com clareza o percurso pedstre submerso pelas águas do rio Olho D’Água, braço do rio da Prata. O nível do rio subiu tanto que a ponte por onde os turistas atravessam ficou completamente encoberta pela água cristalina.

Ao ver as imagens, muita gente acreditou tratar-se de manipulação, dada transparência da água. Em nota, a administração do parque ecológico informou que o fenómeno aconteceu mesmo,  é raro e as águas continuaram cristalinas, devido a conservação da mata ciliar*** da zona.

De acordo com a administração, ao final do dia o nível do rio já havia voltado ao seu estado normal e os passeios continuaram normalmente, com turistas satisfeitos por terem presenciado um dia tão atrativo.

Ficou com curiosidade? Dê uma vista de olhos aqui: Rio da Prata  ou aqui: Facebook Rio da Prata

 

***

O que é uma mata Ciliar?

É um tipo de cobertura vegetal nativa, que fica às margens de rios, lagos, nascentes e represas. O nome “mata ciliar” vem do fato de serem muito importantes para a proteção de rios e lagos tal como são os cílios para nossos olhos. As matas ciliares também são conhecidas como mata de galeria, vegetação ribeirinha ou vegetação ripária.

Truques de luz em provadores de lojas de roupa fazem pessoas ficar mais magras

Repórter experimenta modelo em provadores de lojas e acaba ‘mais magra’

A repórter Lauren Windle, do jornal “The Sun”, em Londres (Inglaterra), recebeu do chefe a missão de experimentar o mesmo vestido em cabines de dez lojas diferentes da capital inglesa – entre elas, Zara, Primark, Gap e H&M.

Lauren fez a mesma pose e se manteve à mesma distância dos espelhos dos provadores. O resultado é que o vestido deixou Lauren “mais magra” em algumas das cabines.

Estas foram as lojas visitadas onde foi experimentado o mesmo vestido a que foi atribuida uma “cotação” de 1 a 10 (em que 10 é a aparência mais magra):

  • H & M – 10/10
  • River Island –  9/10
  • Próximo –  8/10
  • M & S –  7/10
  • French Connection –  7/10
  • Gap –  7/10
  • Primark –  4/10
  • Zara –  3/10
  • Novo Look –  2/10
  • Topshop –  1/10

Conclusão: qual é a loja em que os provadores são mais “simpáticos” (e tornam as pessoas masi magras)? A H&M!

A resposta parece estar num “truque” de luz  que fez a roupa “cair bem” e seduzir a cliente. Nota-se na foto que as (2) fotos da esquerda com mais luz é mais reveladora das formas da repórter e de todos os pormenores. Já as duas da direita para “transformaram” a silhoueta da repórter fazendo com que esta parecesse bem mais magra. A luz mais “calma” mostra-se menos reveladora das formas…

O “The Sun” entrou em contato com as lojas, mas nenhuma delas se mostrou disponível para responder às questões.

Via: The Sun

Outros artigos:

Mulheres experimentam mais de 21 mil peças de roupa na vida
Mulheres têm média de 107 peças de roupa, mas dizem não ter o que vestir
Mulheres: e se quem escolhesse a vossa roupa fosse o vosso companheiro?
Pastor proibe mulheres de usarem roupa interior na sua igreja

Japoneses estão a visitar Paris… sem sair do Japão!

Confuso? A “viagem” inclui hospedeiras e refeição ‘a bordo’

Aperte o cinto de segurança, ponha o assento na posição vertical e aproveite o voo a Paris. A questão é que: não haverá descolagem do avião! A viagem de Tóquio (Japão) à capital francesa é apenas ficção. Uma ficção levada a sério, diga-se de passagem.

‘Hospedeiras de bordo’ dão instruções de segurança ‘a bordo’

Trata-se de realidade virtual, oferecida pela “empresa aérea” First Airlines. O “aeroporto” fica no conturbado centro de Tóquio e as “aeronaves” da companhia oferecem duas categorias aos clientes: classe executiva e primeira classe.
O ambiente reproduz o interior de uma aeronave. “Massa ou frango?”Hospedeiras de bordo oferecem refeições como se estivessem a servir a milhares de metros de altitude. Nas janelas do “avião” são exibidas imagens de um voo real.

Passageiros a visitar Paris (em tour 3D)

Após a refeição e a “aterragem”, os “passageiros”, com ajuda de óculos especiais, fazem um tour em 3D por Paris.
“Uma viagem real dá muito trabalho para organizar, é cara e leva tempo. É como que possam curtir isso com o mínimo de esforço”, disse o cliente Takashi Sakano, segundo o “Sun”.

Um voo de verdade de Tóquio a Paris leva cerca de 12 horas. A viagem na “aeronave” da First Airlines dura “supersónicas” 2 horas.

A First Airlines tem até guiché de embarque e “voa” além de Paris para Roma, Nova York e Havaí. Em breve fará “viagens” domésticas no Japão.

O bilhete custa o equivalente a 50€.

Sultão rouba dinheiro à mulher para comprar clube de futebol Portsmouth

As contas domésticas ressentiram-se…

O sultão Sulaiman Al-Fahim foi condenado a cinco anos de prisão por ter roubado €5,6 milhões à esposa para financiar a compra dos ingleses do Portsmouth.O caso remonta a 2009 mas a sentença só agora foi proferida, nos Emirados Árabes Unidos.

Al Fahim, de 42 anos, não compareceu à audiência e foi condenado è revelia.

A mulher apercebeu-se do `desvio` dos fundos ao fim de três semanas, já depois de feito o negócio.

Vietnamita viveu 40 anos isolado na selva por achar que a Guerra do Vietname não tinha acabado

Um vietnamita de 47 anos revelou como viveu numa selva isolado do mundo durante 40 anos acreditando que a Guerra do Vietname não tinha acabado.

Ao lado do pai, que chegou a combater tropas americanas, Ho Van Lang fugiu do pequeno vilarejo em que vivia, em 1971, e refugiou-se numa região de selva bastante fechada na província de Quang Ngai, que era uma fortaleza dos “vietcongs” (soldados vietnamitas do Norte comunista que combatiam as forças americanas, que apoiavam o Sul, capitalista).

Ho sobreviveu a comer alguns roedores que costumava capturar na mata. Ele tornou-se numa espécie de Tarzã da vida real: morava em árvores e usava roupas feitas com a vegetação. Além disso, Ho e o pai faziam utensílios de sobrevivência com restos de bombas. Eles também tinha uma pequena horta e plantavam tabaco.

Ho foi achado por um irmão em 1983, mas recusou-se a deixar a selva bem como a acreditar que a guerra já havia terminado.

Em 2013, Ho e o pai, de 85 anos, foram encontrados e retirados da selva por autoridades locais, sendo forçados a viver na “civilização”. Hoje eles moram numa casa “normal”. A adaptação ainda é difícil.

A Guerra do Vietname durou de novembro de 1955 a abril de 1975, terminando com a derrota dos EUA.

Gosta de Foda!? Em março há a Feira (com Degustação) da Foda!

E se o (a) convidassem para ir à Feira da Foda? Ou se ainda fossem mais além e lhe perguntassem se queria participar numa degustação da Foda? Acharia que estariam a gozar consigo. Mas não! Tudo se passa na aldeia de Pias, no concelho de Monção, Viana do Castelo. Apesar do nome sugestivo, não há nada de perverso neste evento popular. Trata-se de um prato que consiste em assar o cordeiro num forno a lenha dentro de um alguidar de barro e a gordura da carne pinga no arroz.

Mas vamos começar por explicar a razão do nome. Está tudo relacionado com o prato típico o Cordeiro à Moda de Monção, conhecido na região como Foda à Moda de Monção. Reza a lenda que a denominação peculiar teve origem nas feiras para comprar animais.

Explicamos melhor. Os vendedores menos honestos costumavam dar sal aos rebanhos para que estes se enchessem de água e parecessem mais gordos. Quando os compradores percebiam que tinham sido enganados, diziam: “Que grande foda.” E pronto, foi assim que surgiu a Foda à Moda de Monção.
Para além da feira, da degustação há ainda a respectiva Confraria! A Confraria da Foda! Pode segui-la no facebokk clicando aqui.

O certame terá lugar a 9, 10 e 11 Março de 2018, na sua segunda edição.

Recentemente o grupo Sons do Minho, para que a festa ficasse completa, juntou à Feira, Degustação e Confraria da Foda a música “Vamos à foda! Tudo a Pias “prá” Foda!

Outros artigos que vale a pena ler:

Itens mais bizarros deixados para trás pelos hóspedes em hotéis

Festa silenciosa de música de dança não é autorizada por causa do ‘muito barulho’

10 empregos bizarros que já não existem mais

Veja a lista de 50 candidatos bizarros às eleições do Brasil

Depois do clareamento do pénis chegou o clareamento da vagina!

Os procedimentos estéticos, sobretudo o clareamento de pele é já comum no sudeste asiático, nomedamente na Tailândia e nas Filipinas.

Há um mês atrás causou sensação um procedimento estético que levava a questão para zonas mais intimas. Uma clínica em Banguecoque passou a disponibilizar um tratamento de clareamento do pénis! Por cerca de 500€  a zona intima masculina fica mais clarinha. O procedimento está a fazer furor. O nome do tratamento também é interessante: “Pikachu laser” (pois na Tailândia o pokemo mais famoso é usado na giria para se referirem ao pénis).

Tudo começou quando um paciente se queixou aos médicos de que a sua zona intima e o pénis eram demasiado escuras.

100 homens por mês estão a fazer este tratamento  no Lelux Hospital em Banguecoque.

Mulheres
Agora chegou a vez das mulheres! Chama-se “Angel whitening” qualquer coisa próxima de clareamento dos anjos, é oferecido na clínica do famoso cirurgião cosmético Vicky Belo. Utiliza tecnologia laser e demora cerca de 30 minutos e custa por volta de (em Euros) 787€.

“Isso branqueia e limpa a vagina da mulher”, disse o Dr. Givency Ang, um cirurgião cosmético que trabalha na clínica. De acordo com o relatório, o procedimento é suposto “branquear, apertar, relaxar e limpar” a vagina da mulher.

Este não é o primeiro procedimento da Clínica de Belo para vaginas que já desde 2014 tem um outro chamado FemiLift . De acordo com o Philippine Daily Inquirer, esse procedimento leva cerca de 10 minutos e aperta a vagina para que as mulheres, nas palavras do cirugião Belo, “se sintam novamente como virgens”.

Primeiro foi o claremaneto das axilas mas agora a tendência centralizou-se e já está na vagina.