Ex-jogador internacional de futebol condenado à prisão por fazer a ex passar-se por prostituta

Tomas Repka, que foi internacional pela República Checa e clubes como West Ham (Inglaterra) e Fiorentina (Itália), foi condenado, nesta quinta-feira (23/8), a seis meses de prisão por ter fabricado anúncios em que a ex-mulher dele foi transformada em “garota de programa”.

O ex-jogador, de 44 anos, postou na internet três anúncios falsos nos quais Vlad’ka Erbova supostamente anunciava serviços sexuais.

De acordo com tribunal de Brno (República Checa), Repka teve a ajuda da atual esposa, a apresentadora de TV Katerina Kristelova, na disseminação dos anúncios contra a ex. Katerina, Esta foi também  multada em quase 2000€.

Katerina Kristelova a atual companheira e cúmplice

Por causa dos falsos anúncios, Vlad’ka entrou em depressão e precisou de terapia.
“Eu desabei quando descobri o que ele havia feito. Não conseguia dormir”, disse ela.

O advogado de Repka vai recorrer para evitar a prisão. Repka alega que os anúncios foram uma medida desesperada de alguém que estava com sérios problemas com a ex, incluindo dificuldade para ver o filho. Ele desculpou-se publicamente.

O jogador não é primário nestas coisas de casos de polícia pois já por lá tinha passado por não pagar pensão de alimentos do filho e por ser apanhado a conduzir alcoolizado. Nos campos, a carreira foi marcada por um estilo excessivamente viril e, muitas vezes, violento.

Juiz decide: homem recebe 9 milhões dólares do amante da ex-mulher!

Abandonado pela esposa ganha indemnização de 9 milhões de dólares (7, 75 milhões de €) a ser paga pelo amante dela…

Keith King, de 48 anos, acreditava viver um casamento feliz na Carolina do Norte (EUA). Tudo mudou de um momento para o outro. Keith descobriu que a esposa, Danielle, de 33 anos, tinha um amante. Ele chamava-se Francisco Huizar III e encontrava-se com ela quando fazia viagens de negócios a Nova York. Apesar disso, ao descobrir, ele tentou manter o casamento, mas Danielle pediu o divórcio.

Ele decidiu recorrer aos tribunais. O casamento nunca mais foi revertido mas no final de contas Keith, ganhou o direito a ser indemnizado em 9 milhões de dólares (cerca de 7, 75 milhões de €)! E quem tem que pagar? Francisco Huizar III, o amante da agora ex-mulher de Keith!

A decisão foi baseada numa “obscura” lei em vigor em seis estados dos EUA chamada alienação da afeição.

A lei é polémica. Basicamente, ela corrige, via indenização, uma “injustiça” provocada por alguém alheio ao matrimónio. Os seus detratores afirmam que ela se baseia numa noção antiquada que pensava na mulher como propriedade do marido. A lei é arcaica e deveria ser varrida”, disse o advogado de Francisco, que vai recorrer da decisão.

O vencedor do processo disse que a questão não se resumia a dinheiro mas sim a uma questão de principios.

Os outros estados em que a lei está em vigor são Havaí, Mississippi, Novo México, Dakota do Sul e Utah.

Preso suspeito de engolir droga está há 34 dias sem defecar

Um crime está por desvendar em Inglaterra à espera que o suspeito faça… cocó. O  homem está preso e com prisão de ventre.

Lamarr Chambers, de 24 anos, foi preso a 17 de janeiro sob suspeita de ter engolido droga para escapar do flagrante delito quando foi apanhado pela polícia de Essex (Inglaterra).
Já se passaram 34 dias sem que a polícia obtenha prova. Isto porque Lamarr ainda não defecou desde que foi detido.

Sem fazer o número dois, o britânico bateu recorde de custódia. Mas a polícia não tem outra saída. Impossibilitadas de utilizar laxante, as autoridades resolveram estender o período em que Lamarr ficará sob poder policial, contou o “Metro”.

O caso virou piada. Na web, circulam informações sobre a dieta do detido. Foi criada até a hashtag #PooWatch (Observação do Cocó).

Imagem: Metro.co.uk

Escritório de advogados oferece divórcio grátis como prémio no Dia dos Namorados

Um escritório de advogados americano está a fazer a promoção de Dia dos Namorados cujo prémio é um divórcio grátis.

A firma Wilson & Haubert, de Little Rock, Arkansas, anunciou que a promoção será realizada online. Segundo eles, o custo do processo de divórcio é US$ 985 (cerca de 800€).

Para participar, é necessário explicar os motivos que levaram o casal a querer separar-se.
Se nos lê nos “states” então aqui fica o link para se candidatar:

O pior retrato-robô do mundo ajuda a identificar o criminoso

O retrato-robô foi ridicularizado como o “pior do mundo”. Mas funcionou!

Se era o pior do mundo não sei, mas que à primeira vista era muito fraquinho ou até mau, era! O objetivo de um retrato-robô é ajudar a apanhar criminosos com base em informações de testemunhas oculares dos crimes.

O da imagem, bem rudimentar, e riducularizado por muitos, no fim das contas, acabou por ser determinante para a identificação de Hung Phuoc Nguyen, de 44 anos, suspeito de dois roubos na Pensilvânia (EUA).

O desenho foi feito com base da descrição de testemunha de um dos crimes e chegou a provocar risos. Porém, curiosamente, o homem do retrato robô é parecido mesmo com Hung. Uma ordem de prisão foi emitida pela polícia de Lancaster.

O suspeito, que já tem passagem pela polícia local, continua à solta, noticiou o “Metro”. Ele é um sem abrigo.

Roberto Carlos (cantor) processa Roberto Carlos (agente imobiliário). Problema? O nome!

roberto-carlosO cantor Roberto Carlos (também conhecido como “Rei”) processou o agente imobiliário de imóveis chamado Roberto Carlos Vieira, de 55 anos, por usar o seu nome na sua própria imobiliária, chamada ‘Roberto Carlos Imóveis‘, localizada em Vila Velha, no Espírito Santo (Brasil).

O processo foi aberto em nome da Amigos LTDA, editora musical do cantor, na 15a Vara Cível em São Paulo. De acordo com Roberto Carlos (o agente imobiliário), o nome da sua agência de imóveis foi inspirado no nome do seu próprio pai e não no nome do cantor famoso. “Eu nunca fui a um concerto do Roberto Carlos. E o nome nem foi dado em homenagem ao cantor, mas sim ao meu pai”. Como profissional liberal, tudo o que eu tenho é o meu nome, pelo qual eu sou conhecido desde que nasci”, afirmou o agente imobiliário à imprensa.

Por conta do processo Roberto Carlos (o agente imobiliário) está a ter algum prejuízo e já teve que tirar o filho da universidade. Diz não estar falido, mas os custos do processo estão a fazendo com que ele passe por algumas dificuldades. Ele diz também que o maior problema é com o fato do cantor Roberto Carlos também ser dono de uma imobiliária, chamada “Emoções Incorporadora“.

A justiça ordenou que o agente imobiliário parasse de usar o seu próprio nome, mas ainda pode haver recurso.

Curiosamente a esperança de Roberto Carlos agente imobiliário, está noutro…. Roberto Carlos(!), também agente imobiliário, dono de uma imobiliária na Paraíba chamada Roberto Carlos Dantas, que também foi processado pelo cantor, porém nesse caso a ação foi considerada improcedente, e o “Rei” foi obrigado a pagar todo o custo do processo.
Via: Portal Butecologia

Descontente, israelita coloca Deus em tribunal

deus-tribunalUm homem israelita intentou uma ação judicial no Tribunal de Haifa (Israel) onde solicita uma ordem de restrição contra… Deus! Tudo porque este israelita acha que o todo poderoso tem sido extremamente cruel com ele. Estamos, portanto, perante um saco de “interdição divina”. Impeachment

Deus não terá sido notificado e não terá comparecido na audiência. Ou, terá comparecido dada a sua “omnipresença” e ter-se-á mantido em silêncio.

O queixoso, que não foi identificado, diz ter tentado obter a ordem de restrição através da polícia durante os últimos três anos, mas que a polícia tinha apenas enviado um carro patrulha a sua casa em 10 ocasiões.

Ele argumentou que, durante um período de três anos Deus, tinha exibido uma atitude extremamente negativa para com ele, embora não tenha detalhado em que aspectos.

O juiz presidente Ahsan Canaan negou o pedido, acrescentando que era ridículo, afirmando que o queixoso não necessitava de ajuda de um tribunal para resolver os seus problemas mas sim de outro tipo de ajuda.

Via: Times of Israel

Juiz ordena que vencedor do Euromilhões divida prémio com empregado ‘vidente’

KUm juiz de York (Inglaterra) determinou que o vencedor de 1 milhão e 250 mil € no Euromilhões  terá que dividr o prémio com um empregado.

Vamos ao caso: Fatih Ozcan, empregado de mesa num restaurante turco na cidade, decidiu apostar no Euromilhões após sonhar que estava a mostrar  um monte de notas a Hayati Kucukkoylu, o seu chefe no restaurante Kapadokya Turkish.

No dia seguinte Fatih(o empregado), sem poder sair do restaurante, insistiu que o chefe fosse jogar no Euromilhões (à sociedade) num supermercado próximo.

Hayati acedeu e foi ao local, terá escolhido os números e pagou. Uma das apostas foi premiada, de acordo com o “Express”.

Aí começou a confusão. Fatih (o empregado que sonhara com muito dinheiro) achava que por ter “previsto” que ganharia, merecia metade do prémio. Já Hayati (o patrão) acreditava ter direito a ficar com todo o prémio pois foi ele que foi jogar e pagar.

Os tribunais britânicos chamados a “mediar” o conflito deram razão a Fatih (o empregado).

“Decidi que as conversas entre os dois mostram que eles fizeram um contrato para, juntos, jogarem no Euromilhões em sociedade”, disse o juiz Mark Gosnell, de acordo com a agência UPI.

Imagens da câmara de segurança mostraram Fatih e Hayati a discutir sobre os números nos quais deveriam apostar. Este detalhe foi determinante para o magistrado tomar a decisão.

Justiça belga proíbe bordel de usar nome com iniciais do ex-diretor do FMI

dsklubDominique Alderweireld é o dono de um bordel na Bélgica. Tudo normal. Mas, a sua nova “casa”, foi batizada como: DSKlub. Também parece não ter nada de anormal.

Mas não é bem assim. Os tribunais belgas, proibiram o proprietário do bordel em Blaton, na Bélgica, de chamá-lo “DSK”, já que são as iniciais do ex-chefe do FMI (Fundo Monetário Internacional) Dominique Strauss-Kahn, que deixou o cargo em 2011 após escândalo sexual.

Após soltar 306 presos por engano, Nebrasca quer recapturar bandidos

prisaoMais de 300 prisioneiros foram libertados por engano no estado do Nebrasca (EUA). De acordo com a agência de notícias Reuters, o governador Dave Heineman afirmou nesta sexta-feira (27/6) que as autoridades estão a tentar recapturar pelo menos vinte deles.

Segundo o governador, 306 presos foram libertados erradamente porque um agente se enganou e fez as contas erradas ao calcular as datas de liberdade condicional por bom comportamento.

“É óbvio que houve um erro. Eles são pessoas más e é necessários prendê-los de novo e iremos fazer isso”, acrescentou Dave.

O governador não informou quando os presos foram libertados. De acordo com Dave, 257 deles estão fora da cadeia há mais tempo do que o previsto nas suas sentenças e, por isso, se não se envolverem em novas confusões poderão ficar livres.

Foram emitidos entre 20 a 25 mandados para a captura de presos que, segundo o governador, não são assassinos, mas “criminosos comuns” que foram condenados a sentenças menores.

O procurador geral Jon Bruning afirmou que um dos presos recorreu aos tribunais (contra o Estado) para que não possa ser recapturado.

Canadiano processa hospital alegando que pénis ficou mais pequeno

[Imagem meramente ilustrativa]
[Imagem meramente ilustrativa]
Um canadiano está a processar um hospital em Montreal (Canadá). A alegação? O pénis dele terá ficado mais pequeno cerca de 3 centímetros por negligência  médica.

O homem, que é paraplégico, machucou o órgão durante uma relação sexual com a esposa. No hospital, foi-lhe diagnosticada apenas uma pequena lesão. Porém, semanas depois o canadiano descobriu que tinha, na verdade, fraturado o pénis.

O trauma fizera com que o homem ficasse dois anos sem ter relações sexuais e ele foi abandonado pela esposa, de acordo com a “QMI Agency do Canadá”.

“Isto causou um impacto na minha vida muito maior do que quando eu perdi o movimento das minhas pernas”, disse o homem.

O caso ocorreu em 2011, mas só agora o canadiano decidiu recorrer aos tribunais.

Americanos reinvidicam nos tribunais o direito de comprar brinquedos eróticos

Melissa-dildoO que para uns não passa de uma necessidade fisiológica, para outros é assunto a ser tratado nos tribunais. Em Sandy Springs (Geórgia, EUA), dois moradores recorreram aos tribunais contra uma lei que proíbe a compra de vibradores e demais brinquedos eróticos sem prescrição médica. Os americanos alegam que o decreto é inconstitucional por restringir a liberdade das pessoas.

Melissa Davenport é uma das que exige o direito de ter mais liberdade na cama com o marido, sem a necessidade de pedir ao médico uma receita. Ela contou ao canal de televisão “WSB” que sofre de esclerose múltipla e desde que foi diagnosticada com a doença usa os brinquedos eróticos para ter uma vida sexual mais saudável.

“A legislação basicamente permite que o governo meta o nariz no seu quarto. Isto é ridículo”, reclamou ela.

Um artista que utiliza os brinquedos sexuais para uso próprio e para a produção artística também é autor de uma ação contrária ao decreto. Por conta da proibição, ele não pode comprar e nem vender os seus projetos sem uma receita médica.

As ações que pedem a mudança da lei devem ser julgadas em junho. De acordo com o “The Atlanta Journal-Constitution”, os processos pedem indemnizações, mas Melissa garante que não quer dinheiro. A única coisa que ela deseja é que a lei seja considerada inconstitucional que possa ter, legalmente, mais prazer sexual.

Homem recorre aos tribunais para se casar com o seu pc portátil repleto de pornografia

chris-sevierO americano Chris Sevier entrou com um processo na justiça da Flórida, nos EUA, para que possa oficialmente casar-se com o seu computador portátil (Apple) repleto de pornografia, a quem chama de “esposo máquina”.

De acordo com o site de notícias “Sky News”, Sevier alega que foi discriminado no estado do Utah, alegando que apresentou um pedido de casamento com a sua máquina, mas tal não lhe foi autorizado.

“O meu objeto de afeição estaria fora do âmbito da definição de parceiro”, lamentou Sevier. “O meu casamento com a máquina é de menor risco, já que a possibilidade de um divórcio litigioso seria evitado, caso a união não desse certo”, argumentou o americano.

A moção, de mais de 50 páginas, foi levada a um tribunal superior no estado do Utah, e não foi o primeiro processo polémico em que Chris se terá envolvido.

Em 2013, Sevier processou a Apple alegando que a empresa teria falhado em colocar um “dispositivo de segurança” no portátil (o mesmo com que se deseja casar), o que teria tornado o homem viciado em pornografia, ao ponto de deixar de se envolver com mulheres.

Desde então, o americano ter-se-ia “relacionado” com o computador, e preenchido a máquina com grandes quantidades de material pornográfico.

Canadiano preso por furar preservativos para que a noiva engravidasse

hutchinsonnewO caso não é novo mas só agora chegou ao fim. Os tribunais canadianos condenaram em 2006 Craig Jaret Hutchinson a 18 meses de prisão “fraude sexual” acusado de furar os preservativos que usava para ter sexo com a sua noiva numa tentativa de a engravidar.

A mulher ficou finalmente grávida e Hutchinson confessou-lhe que havia sabotado os preservativos que utilizava. Após a confissão, a mulher apresentou queixa contra Hutchinson à policia, que o acusou de “assalto sexual”, e abortou.

Hutchinson, justificou as suas ações como sendo para salvar a sua relação, foi condenado em dezembro de 2011 a 18 meses de prisão, mas recorreu pois achou a pena excessiva, argumentando que a sua noiva consentiu manter relações sexuais com ele.

Numa decisão unânime o Supremo Tribunal do Canadá disse que “a sabotagem dos preservativos por parte do acusado constituem uma fraude” e que Hutchinson não teve o consentimento da sua noiva para os furar.

“Concluímos que se a demandante não queria ficar grávida, tudo o que a privasse dessa decisão ao deixá-la grávida e ficar exposta a um maior risco de ficar grávida, ao anular um sistema efetivo de controlo de natalidade, pode constituir uma privação suficientemente séria com o propósito de fraude viciando o consentimento”, disse o Supremo Tribbunal.

Já nos segue no Facebook? Não? Está à espera de quê?

Conheça a leis insólitas que, pelo mundo, regulam o sexo

Há quem defina “sexo” como sendo “aquilo que quando é bom é ótimo, mas mesmo quando é ruim ainda é muito bom”.

Cada um terá sua definição e a sua forma de encarar o sexo. Mas se no nosso país podemos viver o sexo com alguma naturalidade, outros países há que detalharam leis especificas sobre o ato. E não pensem que estas leis vigoram apenas em países subdesenvolvidos e/ou do terceiro mundo. Deixo-vos abaixo uma pequena lista de algumas leis sobre e sexo existentes pelo mundo:

  • Em Ventura, na Califórnia, cães e gatos precisam de licença pública para fazer sexo na rua;
  • Em Couer d’Alene, no Idaho, se um policia perceber que um casal está a ter sexo dentro de um carro, ele deve buzinar três vezes e esperar 2 minutos antes de se aproximar do veículo;
  • Em Liverpool, na Inglaterra, a lei autoriza vendedoras a fazerem topless mas apenas em lojas de peixes tropicais;
  • Em Helena, Montana, é proibido que uma mulher dance em cima da mesa de um bar se a sua roupa pesar menos de 2 quilos;
  • Em Alexandria, no Minnesota, o marido não pode fazer sexo com a esposa se ele estiver com o hálito a cheirar a alho, cebola ou sardinha;
  • No estado da Virgínia, é proibido fazer sexo oral e anal. A medida era para conter o homossexualismo. Além disso ainda ficou proibida toda e qualquer posição sexual que não seja o tradicional pai-mãe. como se não bastasse também não pode fazer cócegas nas mulheres;
  • No Líbano, os homens podem legalmente ter relações sexuais com animais, mas têm que ser fêmeas. Relações sexuais com machos são puníveis com a morte;
  • No Bahrain, um médico pode legalmente examinar os orgãos genitais femininos, mas está proibido de olhar diretamente para eles durante o exame. Ele pode apenas olhar através de um espelho. (Quer dizer, por a mão: à vontade! Olhar, nem pensar!) ;
  • Os muçulmanos não podem olhar os genitais de um cadáver. Isto também se aplica aos funcionários da funerária… Os órgãos sexuais do defunto devem estar sempre cobertos por um tijolo ou por um pedaço de madeira;
  • A penalização da masturbação na Indonésia é a decapitação… (Mas… de que cabeça?) ;
  • Há homens em Guam cujo emprego principal é viajar pelo país e desflorar virgens, e são pagos por isso. Razão: Pelas leis de Guam, é proibido virgens casarem-se;
  • Em Hong Kong, uma mulher traída pode legalmente matar o seu marido adúltero, mas deve fazê-lo apenas com as suas mãos. Em contrapartida, a mulher adúltera pode ser morta de qualquer outra maneira pelo marido;
  • Em Cali, na Colômbia, uma mulher só pode ter relações com o seu marido, quando na primeira vez que isso ocorrer, a sua mãe estiver no quarto para testemunhar o acto;
  • Em Santa Cruz, na Bolívia, é ilegal um homem ter relações com uma mulher e a filha dela ao mesmo tempo;
  • Em Maryland, nos EUA, os preservativos podem ser vendidos em máquinas, mas apenas em lugares onde são vendidas bebidas alcoólicas para consumo no local.

Leia também:

Governo francês muda lei para deixar casas de banho mais perto da cozinha

Funcionários têm que pagar taxa para ter mais de 1 mulher na Indonésia