Nos EUA há uma placa de trânsito errada há 54 anos! Vai ser mudada agora!

Corrigir uma placa ou sinal de de trânsito não é tão fácil quanto carregar em Delete e rescrever. Em alguns casos, pode levar mais de 50 anos.

Que o digam os nova iorquinos. Várias gerações de condutores da cidade de Nova York, por exemplo, há anos que andam a olhar duas vezes para uma placa que direciona o tráfego para a Ponte Verrazzano-Narrows, ligando os distritos de Brooklyn e Staten Island.  Mas… qual o problema? A placa diz  “Verrazano”, mas o correto é  Verrazzano – com dois “z”.

Esta semana, o governador de Nova York, Andrew Cuomo, assinou um projeto de lei para corrigir o sinal de trânsito com 54 anos à entrada da ponte que tem o nome de Giovanni da Verrazzano, o explorador italiano do século XVI. Esta lei vai permitir corrigir quase 10o casos só na zona de NY.

O nome fracassado deveu-se a um erro tipográfico, no contrato de construção original. “Os erros de digitação em sinais são relativamente raros”, disse um responável autárquico de NY. “Assim que são descobertos, geralmente são corrigidos rapidamente”.

Carro transportado em cima de reboque multado por excesso de velocidade

Aconteceu em Espanha. O Serviço de Trânsito Catalão (SCT) multou um carro (que estava a ser transportado num reboque) por excesso de velocidade (90,1 Km/h), a partir de dados recolhidos por um radar do município de L’Espluga de Francolí, na Catalunha.

Segundo a agência espanhola EFE, o insólito ocorreu no passado dia 25 de julho, mas o caso apenas se tornou conhecido porque o proprietário da viatura apenas nesta terça-feira foi notificado para pagar a multa, no valor de 100 euros.

O proprietário da viatura, Ángel Pineda, disse ao jornal Diário de Tarragona que vai recorrer da multa, mas o SCT já reconheceu que se tratou de um erro informático.

Não é a primeira vez que o mesmo radar, conhecido pela população como “a máquina de fazer dinheiro”, colocado na N240, uma via rápida, gera polémica.

Via: CM

Restaurante na Índia usa drone para entregar pizza

droneUm restaurante italiano de Mumbai, na Índia, resolveu aprimorar o seu serviço de entregas ao domicilio e fez uma entrega de pizza recorrendo a um drone (avião não tripulado).

De acordo com o jornal britânico “Daily Telegraph”, os proprietários do restaurante “Francesco’s” inspiraram-se na loja virtual Amazon, que está a testar drones para realizar entregas de mercadorias.

A rede norte-americana de pizzarias “Domino’s” também já começou a testar drones para as entregas.

O método permite evitar o trânsito de grandes metrópoles, reduz o tempo de entrega para 10 minutos e previne riscos em zonas consideradas perigosas.

Num vídeo publicado no YouTube, o restaurante de Mumbai anunciou o seu novo serviço e exibiu imagens de uma entrega de pizza feita com drone a um apartamento. O estabelecimento, porém, acredita que a nova modalidade de entregas levará um ano para ser colocada em prática na sua plenitude.

Transgénero é preso após procurar em site cavalo para fazer sexo

cavalo-craiglistUm transgénero de Phoenix (Arizona, EUA) foi preso após postar anúncio no site de classificados Craigslist. Não era um anúncio qualquer. Ele procurava um cavalo. Mas também não era um cavalo qualquer. Era um cavalo para ter relações sexuais com ele.

“Tenho 22 anos e quero brincar com um cavalo. Simples”, escreveu Donald Waelde (na foto), o nome “oficial” do transgénero. Donald foi preso por bestialidade, de acordo com a Fox, após um frequentador do site denunciar à polícia o anúncio.

Um agente disfarçado entrou em contato e ouviu de Donald que ele queria fazer sexo com um equino. A bestialidade (sexo com animais) é ilegal no Arizona desde 2006.

[box type=”info” align=”aligncenter” ]Pessoas transgênero (português brasileiro) ou transgénero (português europeu) ) refere-se à condição onde a expressão de género e/ou identidade de gênero de uma pessoa é diferente daquelas atribuídas ao género designado no nascimento.1 Mais recentemente o termo também tem sido utilizado para definir pessoas que estão constantemente em trânsito entre um género e outro. O prefixo trans significa “além de”, “através de”. Transgênero é um conceito abrangente que engloba grupos diversificados de pessoas que têm em comum a não identificação com comportamentos e/ou papéis esperados do género determinado no seu nascimento. Esses grupos não são homogéneos dado que a não identificação com o género de nascimento se dá em graus diferenciados e refletem realidades diferentes.
Via: Wikipédia[/box]

Discussão no trânsito acaba em acidente captado em vídeo

transitoO vídeo de uma carrinha a tentar ultrapassar, pela direita, uma condutora que seguia na faixa esquerda de uma estrada nos EUA está a fazer sucesso na Internet. A mulher filmou tudo, o homem despistou-se e ainda tem de responder em tribunal.

“Carma instantâneo”, assim é definido o vídeo, numa alusão à visão espiritual de que o mal (ou o bem) que se faz é retribuído da mesma forma. No caso de Jeffrey Travis White, a agressividade e a má criação da condução valeram-lhe um acidente e processo em tribunal.
O condutor da carrinha foi acusado de abandonar o local do acidente, de conduzir de forma descuidada e sem uso do cinto de segurança. Foi o vídeo, filmado por Tracy Lynn Sloan que permitiu à polícia identificar Jeffrey Travis White, o homem que viaja atrás de uma mulher que segue, na faixa da esquerda, alegadamente à velocidade máxima permitida para o local.

Impaciente, Jeffrey Travis White acaba por ultrapassar a viatura pela direita, exibindo a frustração pelo tempo que seguiu atrás, ao mostrar o dedo do meio à mulher.

Via: JN

Dica do nosso leitor: Mário Esteves
[box type=”info” ][/box]

Espanhol apanhado a masturbar-se enquanto conduzia

masturbação2Conduzir requer muita concentração e, por não ter cumprido esse requisito, um condutor de Valência, na Espanha, teve de pagar 150 euros de multa porque se masturbava enquanto conduzia o seu automóvel.

O condutor não tinha “a liberdade de movimento suficiente e não prestava a atenção necessária a uma boa condução” do veículo, argumentou a polícia que o prendeu em Valência, no leste da Espanha, na denúncia apresentada formalmente.

“Distraído, o motorista masturbava-se com a sua mão direita”, afirmou a polícia, sem informar se o veículo estava em movimento no momento do flagrante.

O processo foi publicado nesta sexta-feira na Internet por um anónimo que eliminou as identidades do policia e do condutor, mas a polícia de Valência confirmou a autenticidade do documento e do facto.

A lei espanhola sobre o trânsito não faz nenhuma menção a eventuais sanções específicas no caso de se masturbar ao volante. Mas a infração é considerada “grave”, segundo a autoridade policial, incluindo-se no mesmo nível de ações como falar ao telemóvel, ler ou ver um filme enquanto se conduz.

A sanção que será aplicada ao condutor “apanhado” será decidida por um tribunal.
Fonte: G1

Na Noruega, casal apanhado em excesso de velocidade e a fazer sexo

sexo-carro2Um norueguês pode ser condenado a pagar uma multa alta, além de ter sua carta de condução apreendida, por ter conduzido em excesso de velocidade! Normal! Pois, mas enquanto conduzia a 133 Km/h numa zona com limite de 100 km/h ele também fazia sexo com a namorada no interior do carro. Segundo a polícia de Oslo, tudo aconteceu no domingo.

O homem de 28 anos e a mulher de 22 foram flagrados pela polícia rodoviária na estrada E18, a cerca de 40 km de Oslo. O Mazda 323 estava a 133 km/h, numa área onde o máximo era 100 km/h. Nessa altura os policias perceberam que os ocupantes do veículo faziam mais do que ultrapassar o limite de velocidade.

“O carro ia de um lado para outro, porque a mulher estava sentada ao colo do motorista enquanto ele conduzia e praticava o acto, se podemos dizer assim”, afirmou Tor Stein Hagen, superintendente da polícia de Soendre Buskerund. “Ele não conseguia ver muito, porque as costas dela estavam à frente. Por que eles fizeram isso na estrada, correndo tanto risco, nós não sabemos.”

Depois de seguir o casal durante cerca de 1 km, os oficiais obrigaram o carro a encostar. “Confiscamos a sua carta de condução, pelo perigo que ele causou”, disse Hagen. As autoridades vão decidir na próxima semana qual será a punição do condutor. Entre as possibilidades estão uma multa e a suspensão da sua carta.
Fonte: G1