Vocalista de banda norte-americana de Heavy Metal faz cover da música de Toy

Matt Heafy, com 71 mil seguidores nas redes sociais,  cantou e tocou e em português. Depois, partilhou na sua conta de YouTube o vídeo

A mais recente música de Toy tem feito parte do alinhamento de várias rádios e a letra da canção foi facilmente decorada pela grande maioria das pessoas que já a ouviu. Mas o sucesso não acaba aqui e já chegou aos EUA, pela voz de um cantor de, imagine-se, Heavy Metal.


Matt Heafy a a cantar e a tocar a versão totalmente Heavy Metal…

Matt Heafy a cantar  (versão acústica)
“Coração Não Tem Idade (Vou Beijar)” de TOY

Matt Heafy, também guitarrista, é o vocalista da banca norte-americana Trivium. Além da música, ocupa o tempo a jogar online e foi num desses momentos de jogo que Matt foi desafiado a cantar o tema “Coração Não Tem Idade (Vou Beijar)” de António Ferrão, conhecido por Toy.

Esta segunda-feira, em Livestream numa plataforma de gaming, onde os vários jogadores conversam e partilham dicas, o português MoraisHD pediu ao cantor que fizesse uma cover do tema.

O tema original de Toy já ultrapassou os 8 milhões de visualizações, precisamente entre hoje e ontem!!! Se ontem faltavam 2000 visualizações de atingir 8 milhões, hoje já vai nos 8.075.000!

Nota Redação: Para quem for da zona Centro, Toy estrará em Alvaiázere no dia 7 de outubro para um concerto! 😉

Via: TVI24

Músico mata namorada com… 33 dentes de alho!

O músico vietnamita Nguyen Viet Cuong, de 40 anos, é acusado de matar a namorada Huyn, de 20 anos, sufocada com 33 dentes de alho. O homem teria forçado a jovem a engolir a cabeça de alho durante uma sessão de exorcismo.

Nguyen começou a ter alucinações após consumir droga e acreditou que ambos estavam possuídos por espíritos demoníacos. O cantor sugeriu que eles engolissem dentes de alho como forma de exorcismo, mas a vítima recusou-se .

Revoltado, o músico forçou-a a deitar-se no chão e inseriu a cabeça de alho (composta por 33 dentes de alho) na boca dela. O corpo foi encontrado na manhã seguinte e o rapaz não soube explicar bem o que havia acontecido.

Segundo o Daily Mail, ele foi preso e aguarda o julgamento do caso.

Casal vai a Belfast ver Red Hot Chili Peppers, mas descobre que comprou bilhete para um concerto de gaita de foles

E só descobriram o engano três dias antes do concerto

Um britânico afirmou que ele e a namorada foram até Belfast, capital da Irlanda do Norte, para ver um concerto da banda americana Red Hot Chili Peppers, mas eles descobriram que tinham comprado, por engano, bilhetes para um show da banda local de gaita de foles Red Hot Chilli Pipers.

Duncan Robb, morador de Chesterfield, Inglaterra, disse que se enganou, pensando que estava a comprar bilhetes  para a famosa banda, quando na verdade se tratava de uma banda de covers que faz um trocadilho entre peppers (pimenta, em inglês) e piper (gaiteiro).

Ele afirmou que as entradas foram um presente de Natal para a sua namorada.

O casal só descobriu o engano quando já estava em Belfast, três dias antes do concerto, e acabaram por dar uma belas gargalhadas à custa do engano.


Outros:

A música que ouvimos influência a nossa forma de andar

As 10 músicas mais relaxantes do mundo

Música alta torna a bebida mais “gostosa”

We Are The Champions dos Queen será a música cativante de todos os tempos?

Eagles fazem acordo judicial com o… Hotel Califórnia!

Os Eagles resolveram um processo judicial  contra um hotel mexicano que se chama Hotel Califórnia. O mesmo nome do maior sucesso da banda.

O nome do hotel ” Hotel Califórnia” já existia desde 1950 (antes do álbum dos Eagles).  Em determinada altura mudou o nome para Todos Santos Hotel e voltou a ser Hotel Califórnia em 2001. Ambas as partes  concordaram em terminar a ação judicial após os proprietários do hotel terem aceite retirar a sua candidatura para registar o nome/marca  “Hotel Califórnia” nos EUA.

“Este caso foi resolvido por mútuo acordo”, disse Thomas Jirgal, advogado dos Eagles.

A banda afirmou que o hotel “incentivou ativamente” os convidados a acreditar que estava associado à banda.

Eles disseram que os proprietários tocaram músicas de Eagles no lobby e venderam t-shirts Hotel California, ímans de frigorifico e cartazes.

A banda afirmava ainda no processo que “Várias críticas on-line deixam claro” que os visitantes foram enganados.

Na sua defesa, o  hotel negaram as irregularidades e disseram que era improvável que os fãs ficassem confusos.

Hotel California é a faixa que cede o título ao álbum 1976 dos Eagles, que venceu o Grammy de 1977 para o águm do ano.

Beverly Hills Hotel

Enquanto a música não se baseia em nenhum lugar específico, o prédio retratado na capa do álbum é o Beverly Hills Hotel.

Ironicamente, a banda usou na capa do álbum uma foto do Beverly Hills Hotel sem autorização, o que podia ter dado também um processo judicial. O hotel entendeu não avançar para o processo pois as reservas triplicaram após o lançamento do álbum.

Bilhetes U2: utilizador coloca à venda no OLX caneta Bic com “oferta” de bilhetes

Os concertos dos U2 geram sempre um frenesim quando vem a Portugal. Se comprar bilhetes é uma tarefa árdua quando em Estádios (maior capacidade) então é uma tarefa hercúlea quando em “arenas”.  Se não foi fácil em 2010 comprar bilhetes para os dois concertos no Estádio Cidade Coimbra (42.000 lugares cada) então comprar para os 2 concertos da Altice Arena (cerca de 20.000 lugares cada) a coisa é  quase missão impossível.
Surge, sempre, o mercado paralelo! Há bilhetes à venda já em sites de vendas na web (tipo OLX). Como é uma prática proibida sobretudo pelos preços praticados acima do valor impresso no bilhete os vendedores fazem tudo o que lhe vem à cabeça de forma a tentar contornar a situação.

Para tudo é preciso arte e engenho. Um “vendedor” no norte (aparentemente da zona da Maia) colocou um anúncio bem cusrioso. Ele colocou à venda uma caneta BIC! E o que é que isto tem a ver com os bilhtes para os concertos de setembro dos U2 em Portugal? Tudo. É que quem comprar a caneta BIC tem “oferta” dos 2 bilhetes (para a plateia) para um dos concertos dos U2. Se não podes vender bilhetes a preços (inflacionados) ofereces! A caneta BIC é que deve ficar cara! Uma forma que não será original mas que não deixa de ser engraçada! A situação está a ser denunciada no grupo de Fãs dos U2 em POrtugal no Facebook (https://www.facebook.com/groups/228092643911654/) donde foi retirada a imagem e cujo membros de tal grupo apelam a que situações do género sejam reportadas.
Resta chamar à atenção, claro está, para o mercado negro que pode trazer dissabores na altura de entrar no concerto!

Gosta de Foda!? Em março há a Feira (com Degustação) da Foda!

E se o (a) convidassem para ir à Feira da Foda? Ou se ainda fossem mais além e lhe perguntassem se queria participar numa degustação da Foda? Acharia que estariam a gozar consigo. Mas não! Tudo se passa na aldeia de Pias, no concelho de Monção, Viana do Castelo. Apesar do nome sugestivo, não há nada de perverso neste evento popular. Trata-se de um prato que consiste em assar o cordeiro num forno a lenha dentro de um alguidar de barro e a gordura da carne pinga no arroz.

Mas vamos começar por explicar a razão do nome. Está tudo relacionado com o prato típico o Cordeiro à Moda de Monção, conhecido na região como Foda à Moda de Monção. Reza a lenda que a denominação peculiar teve origem nas feiras para comprar animais.

Explicamos melhor. Os vendedores menos honestos costumavam dar sal aos rebanhos para que estes se enchessem de água e parecessem mais gordos. Quando os compradores percebiam que tinham sido enganados, diziam: “Que grande foda.” E pronto, foi assim que surgiu a Foda à Moda de Monção.
Para além da feira, da degustação há ainda a respectiva Confraria! A Confraria da Foda! Pode segui-la no facebokk clicando aqui.

O certame terá lugar a 9, 10 e 11 Março de 2018, na sua segunda edição.

Recentemente o grupo Sons do Minho, para que a festa ficasse completa, juntou à Feira, Degustação e Confraria da Foda a música “Vamos à foda! Tudo a Pias “prá” Foda!

Outros artigos que vale a pena ler:

Itens mais bizarros deixados para trás pelos hóspedes em hotéis

Festa silenciosa de música de dança não é autorizada por causa do ‘muito barulho’

10 empregos bizarros que já não existem mais

Veja a lista de 50 candidatos bizarros às eleições do Brasil

Conheça a musica mais triste do mundo, ligada a mais de 100 suicídios…

suicidioA canção de Rezsö Seress e László Jávor “Gloomy Sunday”, (Domingo Sombrio), pode ser uma das canções mais deprimentes já gravadas. Mas não se fica por aqui: ela é considerada “a música húngara do suicídio” por causa da sua ligação a uma onda de suicídios no século 20. Mas poderia essa música assumidamente triste realmente desencadear um comportamento suicida?

Um artigo de março de 1936 na Time Magazine lista uma onda de suicídios na Hungria que estava supostamente ligada à música:

  • um sapateiro citou a canção na sua nota de suicídio;
  • duas pessoas escolheram suicidar-se ao som da música;
  • várias pessoas que se suicidaram no rio Danúbio levaram a partitura consigo.

Mas os relatos de suicidios “provocados” pela música não se ficam apenas pela Hungria. Na década de 1930, o New York Times noticiou suicídios (e tentativas) nos EUA ligados ao “Domingo Sombrio.” A canção foi banida pela BBC até 2002, e de acordo com alguns relatos, certos pontos de venda nos EUA recusaram-se a tocar a música, temendo que ela era de algum modo responsável por estes suicídios. Ao todo, a música foi responsabilizada por pelo menos 100 suicídios em todo o mundo.

E o problema pode ter mesmo começado antes de ser publicada! Não sei se mito ou verdade, reza a história, a segunda editora que recebeu a partitura da música para ser publicada matou-se logo de seguida. Mas “Gloomy Sunday” foi um sucesso indiscutível na época da depressão Húngara, e fez algum sucesso extra portas. Billie Holiday gravou a sua versão de “Domingo Sombrio” em 1941, e, a partir de 2008, a canção tinha sido gravada 79 vezes por artistas como Lou Rawls, Ray Charles, Elvis Costello, Sarah McLachlan, e Björk. (no entanto, algumas das gravações em inglês suavizam o tom da canção, adicionando uma terceira estrofe que sugere que a morte era apenas um sonho). Ela ainda inspirou um filme de 1999 de Ein Lied von Liebe und Tod (Gloomy Sunday – Uma Trágica Canção), que gira em torno de um relato fictício de criação da música.

O original:

Aqui a versão de Billie Holiday (com tradução de português do Brasil):

Qual é banda com o nome e o logotipo mais estranhos?

É fã de música? Tem certamente uma banda preferida. E, normalmente a sua banda (ou cantor a solo) preferida(o) tem um nome chamativo e de fácil memorização. Mas não é o caso da banda Intracerebrally Consuming Cephalalgia Through The Cranium Macerating Debrisfucked Manure Ingested Remains Of The Mindfucked Cataplexic Wicked Mankind Whom Fistfucked The Progenies From The Deepest Depths Of The Analmaggot Raped Human Pieces Of Erotic Shitmasses Which Gave Birth To Worthless Eunuchs As Travesty For Cumstained Whorefaced Sluts Enslaved By This Stupid Society Full Of Fetal Garbages. Ok, mas você pode chamá-los apenas de 55Gore (visto o nome ter 55 palavras)…

O nome é complicado? Sim, mas o logotipo também! Ora veja:

55Gore

Já está a pensar: mas esta banda existe mesmo? A resposta é: sim! São finlandeses, mais concretamente de Espoo, Helsínquia e até tem página no Facebook: https://www.facebook.com/pages/55Gore/289566521059637

Sim, mas e “música”? Aqui está ela:

Provado: “Still Loving You” dos Scorpions causou “baby boom” em França

scorpionsDecorria o ano de 1985 e os números de nascimentos de bebés subiu para além da média na Europa e sobretudo em França. Parece brincadeira, mas a música “Still loving you”, da banda alemã Scorpions, lançada em julho de 1984 é considerada a principal causadora desse aumento de nascimentos em 1985.

A coisa é tão séria que o próprio Governo francês fez chegar às mãos dos compositores Rudolf Schenker e Klaus Meine dados oficiais que provam que ocorreu um aumento considerável de partos em 1985, cujos bebés foram concebidos nos meses seguintes ao lançamento da música em julho de 1984. Esta música manteve-se meses e meses no primeiro lugar dos tops de vendas em praticamente toda a Europa e, óbviamente, na França. Portugal não foi excepção. Só a título de curiosidade, até hoje e só em França, o single vendeu cerca de um milhão e setecentas mil cópias.

Ninguém sabe ao certo o que de fato ocasionou tantos nascimentos. Alguns dizem que foi a melodia envolvente, outros a letra, alguns outros o arranjo romântico mais forte, e a maioria diz que foi a interpretação perfeita do vocalista Klaus, que emociona com o poder da sua voz marcante.

Só por curiosidade o próprio filho do vocalista Klaus Meine, Christian Meine, também nasceu em 1985…

Para os mais novos aqui fica o vídeo para verem, mas sobretudo ouvirem, do que estou a falar. Para os outros, a recordação:

Victoria Beckham confessa que nunca cantou (nas Spice Girls)

spicegirlsVictoria Beckham, que fez parte da banda Spice Girls, fez uma revelação surpreendente. A esposa do futebolista David Beckham confessou que nunca cantou, pois o seu microfone ficava desligado durante os concertos.

O que lhe permitiu fazer parte da banda, segundo Victoria, foi a sua ‘performance’ em palco. «Eles desligavam o meu microfone enquanto as restantes Spice Girls cantavam. Felizmente usava saltos altos, o que me permitia dançar sem que as pessoas percebessem, mas nunca foi uma situação fácil. Eu era a mais reservada do grupo», revelou.

A banda feminina da década de 90 terminou no ano 2000, mas as britânicas reuniram-se oito anos mais tarde, em 2008, e também em 2012 para espetáculos pontuais.

Via: ABola

Jovem despe-se em biblioteca cheia de estudantes na Holanda…

bibliotecaTudo aconteceu numa biblioteca na Holanda. A jovem saltou para cima da mesa, começou a dançar e a tirar a roupa…

Vifit é una empresa holandesa que vende principalmente iogurtes e esta semana colocou à prova a concentração de 63 estudantes que se encontravam numa biblioteca.

Para isso, foram colocadas 8 câmaras ocultas no interior da biblioteca e deram instruções à jovem para que saltasse para cima da mesa e se começasse a despir (ao som da música)…

A estupefacção foi total!

O melhor é ver:

Selfie’s já era! Agora a moda é viajar pelo mundo e fazer fotos em topless…

topless-tourTrês estudantes em Londres lançaram uma nova tendência. Depois da selfies (nada mais que um rebranding do velho auto-retrato), a moda agora é tirar e partilhar fotografias em topless durante as férias.

Mas não são fotos em topless normais. As imagens não ferem a sensibilidade de ninguém e não é preciso grande coragem para as produzir, já que as protagonistas aparecem sempre de costas. E pelo menos as fotos de Lydia Buckler, Olivia Edginton e Ingvild Olsen, as percursoras da tendência, primam pelo bom gosto.

A ideia surgiu quando as três estudantes de dança e música passavam férias na Noruega, país natal de Ingvild. Apesar do frio do inverno, as amigas decidiram marcar um momento para a posterioridade ao tirar uma fotografia em topless, vistas de costas.

Unidas também pelo prazer de viajar, as três estudantes já tiraram a mesma fotografia em Nova Iorque, Berlim e Londres, onde estudam. Este ano querem fazê-lo também na Croácia e na Suécia.

Entretanto, as fotos que partilharam nas redes sociais ganharam vida própria e lançaram todo um movimento. Centenas de seguidores, tanto mulheres como homens, já publicaram fotos semelhantes em locais como Espanha, os Estados Unidos, as Filipinas ou a Rússia.

O movimento The Topless Tour (é procurar pela hashtag #thetoplesstour nas redes sociais) contava com mais de 9.000 fãs no Facebook e 14.800 seguidores no instagram esta manhã de quinta-feira.

E as portuguesas, vão dar o corpo ao manifesto?

Via: Sol

Artistas holandesas cantam enquanto têm orgasmos

orgasmoAs cantoras da banda holandesa Adam tiveram a excitante ideia de gravar o vídeoclip da sua nova música “Go to Go” usando um vibrador e tentando manter “a compostura” enquanto cantam. Sanne den Besten, Suzanne Kipping e Anna Speller bem que tentaram cumprir o “plano”, mas ele não saiu conforme o pretendido.

A banda de música electrónica tornou-se conhecida após gravar uma versão da música “Royals”, da cantora Lorde. Ativas politicamente, as cantoras gravaram a música “Hit Me Again”, que faz uma crítica à política anti-gay da Rússia. Na Holanda, a crítica musical tem classificado o estilo da banda Adam como algo entre a banda russa Pussy Riot e as “Spice Girls”.

Via:PNF

Vejam só o que este jovem fez para, em 4 dias, ser visto por 3,4 milhões de pessoas

danca2O jovem Matt Bray, morador em Naperville, no estado de Illinois (EUA), “bombou” na web após publicar um vídeo no qual repete a mesma coreografia de dança durante 100 dias, compilando as cenas num único vídeo.

Ao som da música “Canned Heat”, do cantor Jamiroquai, Bray deixou uma câmara fixa e dançou todos os dias repetindo os movimentos. O resultado é uma gravação que mostra o jovem com diversas roupas (e até fantasias) diante da câmara, registando vários momentos dos seus dias e rotinas.

Matt escreveu que o vídeo faz parte de outro projeto, no qual o americano regista diversas atividades diferentes na sua vida, como quando aprendeu a andar de skate, durante uma doação de sangue ou quando conseguiu aparecer numa reportagem de jornal.

O vídeo com a sua dança de 100 dias tornou-se sucesso na web e já foi visto quase 3,4 milhões de vezes em quatro dias.

As 10 músicas mais relaxantes do mundo

relaxEla retarda a sua respiração e reduz a atividade cerebral de tal forma que a música Weightless da banda Marconi Union, é tida como a canção mais relaxante do mundo.

O estudo conduzido pelo Dr. David Lewis-Hodgson, da Mindlab International, deu a ouvir diversas músicas a 40 mulheres afim de encontrar as mais relaxantes. Confira à seguir o top 10 de músicas para relaxar (da 10ª até á 1ª):

10ª Cafe Del Mar – We Can Fly
9ª Mozart – Canzonetta Sull’aria
8ª Adele – Someone Like You
7ª All Saints – Pure Shores
6ª Barcelona – Please Don’t Go

Os 5 mais:

5ª Coldplay – Strawberry Swing

4ª Enya – Watermark

3ª DJ Shah – Mellomaniac (Chill Out Mix)

2ª Airstream – Electra

1ª Marconi Union – Weightless