Presos não podem ler revistas porno

Desde 1 de Julho que os reclusos americanos do estado de Indiana, nos Estados Unidos, estão proibidos de ter acesso a revistas pornográficas! Por isso dois reclusos de uma prisão desse estado, decidiram apresentar uma queixa ao Departamento de Justiça para que seja revogada a lei que impede a entrada de revistas pornográficas, como a Playboy e a Hustler, nas prisões, noticia o site CNews.
A queixa dos dois prisioneiros representa a vontade de mais de 20 mil reclusos de Indiana, que «assinam por baixo».
A lei também proíbe cartas com conteúdos explícitos e publicações como a National Geographic. Reclusos argumentam que os seus direitos civis estão a ser violados. A liberdade de leitura dos detidos está agora nas mãos da justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.