Set 15, 2018
764 Visitas

Prémios Ig Nobel de 2018 – Os prémios”que primeiro fazem rir, depois pensar”

Publicado por

Este galardão é uma sátira dos prémios Nobel e destacam pesquisas “que primeiro fazem rir, depois pensar”. Ela é organizada pela revista satírica Anais das Pesquisas Improváveis e entregues  na Universidade de Harvard em Cambridge, Massachusetts.

Uma análise do valor nutricional do canibalismo, um estudo sobre como tratar pedras nos rins andando em montanhas russas e uma pesquisa sobre as vantagens de se vingar de um chefe com bonecos de vodu foram alguns dos vencedores do prémio Ig Nobel de 2018, anunciados nesta quinta-feira (dia 13).

Vamos aos vencedores da 28ª cerimónia do Ig Nobel 2018:
Ig Nobel da  Medicina: a dois pesquisadores americanos por um estudo publicado em outubro de 2016 sobre os benefícios de passeios em montanhas russas para acelerar a passagem de pedras nos rins. O estudo calcula a velocidade com que as pedras se deslocam nos rins de passageiros que escolhem os assentos da frente e nos de passageiros que ficam nos vagões de trás.. de uma montanha russa.

Ig Nobel da Nutrição: foi para investigadores do Reino Unido, Tanzânia e Zimbábue por calcularem o valor calórico de uma dieta de canibalismo humano. A conclusão foi de que a dieta canibal tem muito menos calorias que dietas carnívoras tradicionais. “Nós não somos muito nutritivos”, disse o arqueólogo britânico James Cole.

Ig Nobel daAntropologia: foi premiado um estudo que mostra que chimpanzés imitam humanos com tanta frequência e tão bem quanto humanos imitam chimpanzés, conduzido por pesquisadores de sete países europeus e da Indonésia.

Ig Nobel da Química: foi para um grupo de pesquisadores portugueses que analisou o poder de limpeza da saliva humana. Eles concluíram que ela é um bom limpador para alguns tipos de superfícies.

Ig Nobel da Economia: uma equipa de investigadores do Canadá, da China, de Cingapura e dos EUA  com uma pesquisa sobre o uso de vodus para se vingar do chefe.   

Ig Nobel da  Educação Médica: o pediatra Akira Horiuchi, afirmou que ganhar um Ig Nobel ajuda a chamar atenção para estudos que, como o seu próprio, poderiam ser ignorados. Na sua pesquisa, Horiuchi fez uma colonoscopia em si mesmo para demonstrar que não é preciso temer o procedimento. O pediatra do Hospital Geral de Showa Inan, no Japão, usou um colonoscópio para crianças e permaneceu sentado, em vez de assumir a postura deitada, tradicional para o exame. Diz dele que, se este estudo ajudar a salvar uma vida que seja, já valeu a pena e é o melhor prémio.


Akira Horiuchi

Ig Nobel da Medcina Repredutiva: John Barry, Bruce Blank e Michel BoileauJohn Barry, Bruce Blank e Michel Boileau, pelo uso de selos postais para testar se a ereção noturna de homens com impotência estava a ocorrer dentro dos conformes.

Ig Nobel da Paz. Francisco Alonso, Cristina Esteban, Andrea Serge, Maria-Luisa Ballestar, Jaime Sanmartín, Constanza Calatayud e Beatriz Alamar, por medir a frequência, a motivação e a percepção de risco dos condutores que gritam e insultam no trânsito. Basicamente o prémio foi para a  tentativa de entender as discussões de trânsito.

Ig Nobel da Literatura. Thea Blackler, Rafael Gomez, Vesna Popovic e M. Helen Thompson por documentar que a maior parte das pessoas que usa equipamentos complicados não lê o manual de instruções antes de fazê-lo.

Os vencedores do Ig Nobel recebem uma nota de 10 trilhões de dólares do Zimbábue, o que equivalente a alguns cêntimos, e os prémios são entregues por vencedores do Prémio Nobel. Os vencedores tiveram que viajar por conta própria para Massachusetts, nos Estados Unidos, para receber o prémio na Universidade de Harvard.

A cerimónia de 2018
Tags dos artigos
·
Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.