Out 31, 2011
982 Visitas

Mulheres dos EUA estão sujeitas a conjunto de leis insólitas

Publicado por

A Justiça é cega...

Já não é a primeira vez que fazemos neste espaço alusão a leis estranhas, insólitas e algumas até bizarras. E se pensam que elas vem apenas de países do terceiro mundo estão enganados! Olhem só as que veem dos EUA:

Estado de Kentucky: nenhuma mulher pode entrar numa casa de banho à beira de estradas sem escolta de pelo menos dois oficiais ou, na falta de destes, sem estar armada de um bastão. Completa a lei: “O estatuído acima não se aplica a mulheres com menos de 90 libras (cerca de 40 kg) ou mais de 200 libras (90kg), e também não se aplica às fêmeas dos cavalos”.

Estado de Michigan: uma mulher não pode cortar o cabelo sem autorização marital.

Carrizozo, Novo México: as mulheres só podem aparecer em público se devidamente depiladas, incluídos aí rosto e pernas.

Oxford, Ohio: é proibido às mulheres tirar a roupa em frente a retratos de homens.

Estado da Geórgia: é proibido trocar as roupas de manequins de vitrine sem que as cortinas estejam fechadas.

Nova Iorque: é ilegal expor um manequim nu na vitrine.

Nova Iorque: As mulheres poderão praticar o topless em público desde que não seja com fins lucrativos.

Ottumwa, Iowa: é proibido aos homens piscar o olho a uma mulher que não conhecer.

Cleveland, Ohio: as mulheres não podem usar sapatos de verniz.

Saint Croix, Wisconsin: as mulheres não podem vestir nenhuma peça de roupa da cor vermelha em público.

Norfolk, Virgínia: nenhuma mulher pode aparecer em público sem vestir um espartilho.

Estado de Wisconsin: é ilegal cortar cabelos de mulheres.

Estado de Illinois: uma lei estadual exige que as mulheres devem endereçar cartas a homens solteiros referindo-se a eles como “master” (mestre) em vez de “mister” (senhor).

Estado da Flórida: as mulheres solteiras, divorciadas ou viúvas não podem saltar de pára-quedas nas manhãs de domingo.

Pensilvânia: é ilegal manter mais de 16 mulheres sob o mesmo teto; excedida esta quantidade, o lugar será considerado um bordel (quanto a homens, o limite é 120).

Estado de Utah: o marido,  quando  presente, é responsável por todos os atos criminosos cometidos pela sua esposa.

Observação: como nos Estados Unidos vigora o sistema do Common Law, muitas leis citadas são, na verdade, baseadas em casos reais que foram decididos pela Justiça e se tornaram precedentes judiciais, os quais podem ser alegados em situações semelhantes

Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.