Motociclista condenado por se masturbar enquanto conduzia moto ganha recurso

Escrito por

moto masturbacaoUm motociclista recorreu da condenação por atentado ao pudor, e ganhou, depois de ser sentenciado por um juiz, no ano passado, por se ter masturbado em frente a uma mulher enquanto conduzia a sua moto.

Nicolaas Chrisoffel Gert Petrus Nagel foi considerado culpado após uma mulher ter dito que um motociclisca havia passado por ela em pé sobre a moto, com uma mão no guiador e outra no pénis à mostra. Ela acrescentou que havia desviado o olhar e, o piloto passou novamente por ela, só que desta vez sentado, quando ela conseguiu anotar a matrícula.

A juíza Pamela Andrews anulou a condenação em segunda instância dizendo que Nagel foi o segundo piloto, mas não havia provas que estabelecessem que ele também foi o primeiro, e existia a possibilidade da mulher se ter equivocado acreditando que os dois homens fossem os mesmos.

Nagel argumentou no julgamento inicial no Tribunal Distrital de North Shore, nos Estados Unidos, que não havia possibilidade de que ele se conseguisse levantar, masturbar-se e conduzir a 25 km/h ao mesmo tempo.

Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *