Justiça peruana decide que trabalhador não pode ser despedido por estar bêbado

Escrito por

bebadoO Tribunal Constitucional do Peru decidiu que o trabalhador não pode ser despedido por estar embriagado no trabalho. A decisão foi criticada pelo governo peruano, pois ela pode abriu um precedente perigoso.

O Tribunal Constitucional decidiu que Pablo Cayo Mendoza deve ter de volta o seu emprego como empregado se limpezas no município de Chorrillos. Mendoza havia sido despedido em 2004 após chegar ao trabalho bêbado.

A Justiça peruana considerou que a sanção imposta tinha sido desproporcional e irracional. Para um trabalhador ser despedido por estar embriagado, segundo o tribunal, ele deve também ter antecedentes de indisciplina.
Como o município não apresentou contra Pablo Cayo casos de indisciplina, o tribunal destacou que “se deve concluir que a sanção imposta [demissão] não foi a mais adequada e idónea”.
Fonte: G1

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.