13% dos jovens franceses não se consideram ‘nem homens nem mulheres’

Escrito por

Segundo pesquisa do governo francês, 36% dos franceses defendem que o Estado deveria reconhecer existência de ‘outro’ género.

Nem homens, nem mulheres. Segundo uma pesquisa realizada pelo instituto OpinionWay, cerca de 13% dos franceses entre 18 e 30 anos não se sentem identificados nem com o género masculino, nem com o feminino, segundo o jornal francês “20 Minutes”.

No caso da população francesa em geral, de todas as faixas etárias reunidas, o contingente de pessoas que não se considera homem ou mulher desce para 6%, segundo pesquisa deste ano efetuada pelo governo francês.

“Isto não tem nada a ver com orientação sexual (homossexual, bissexual ou heterossexual) ou com mudança cirúrgica de sexo”, explica o periódico.  “Estas pessoas colocam em causa a dimensão fixa e binária do género: ou elas são nómadas do género, ou preferem não explicitar o seu género”, resume Arnaud Alessandrin, sociólogo especializado em género e discriminações da Universidade de Bordeaux, entrevistado pelo 20 Minutes.

A dinâmica de identidade apresenta diversas variantes, segundo o jornal. “Alguns se identificam como sem género (8%, na pesquisa Opinion Way), outros preferem o termo gender fluid (11%). Mas o conceito de não-binário parece ser o mais adequado, atingindo 36% do público jovem entrevistado”, afirma o periódico.

“Estatisticamente, ser ‘sem género’ continua a ser uma experiência muito marginal, mas a luta contra os estereótipos de género faz muito sentido junto dos jovens”, continua Alessandrin. Mas não apenas para os jovens. “Segundo uma pesquisa do governo francês, a YouGov, 36% dos franceses acreditam que o Estado deveria reconhecer a existência de um ‘outro’ género”, finaliza ao 20 Minutes.

Categorias dos artigos
Estudos · Fora de Série

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.