Indiano conduz o seu táxi sempre de marcha atrás desde há 11 anos

Escrito por

taxiO condutor de táxi Harpreet Dev é famoso na sua cidade natal de Bhatinda, na Índia, pelas suas incríveis habilidades de condução ao contrário.

O indiano, que tem 30 anos, tem conduzido o seu carro usando apenas a marcha atrás desde há 11 anos. Harpreet está tão acostumado a fazer isso que não confia mais em si mesmo para conduzir normalmente (para a frente) para frente, como toda a gente faz.
Então o táxi vai andar sempre de marcha atrás e à mesma velocidade? Não. O táxi de Harpreet é modificado. A caixa de velocidades possui velocidades de marcha atrás e apenas uma para a frente. Além disso, ele tem uma licença especial do governo que lhe permite andar ao contrário em qualquer estado na parte norte da Índia.

Harpreet começou a conduzir assim por acidente em 2003, quando a caixa de velocidades do seu Fiat Padmini ficou presa na marcha atrás num dia jà noite longa. “Eu estava fora da cidade, não tinha dinheiro, então pensei em conduzir o carro ao contrário até Bhatinda”, conta. “Assim, eu conduzi de marcha atrás todo o caminho e, mais tarde, ganhei confiança”.

COmo até gostou da experiência, na manhã seguinte, pintou as palavras “Campeão da Marcha atrás” (do original em inglês “Back Gear Champion”) no seu carro e modificou-o.
Depois de anos de prática, Harpreet pode agora confortavelmente andar para trás em velocidades de até 80 km/h.

Apesar de tudo, uma sirene de ambulância presa no topo do carro adverte condutores desavisados e peões sobre a sua condução peculiar. “Eu tomo todo o cuidado que puder para proteger os outros condutores na estrada”, disse.

Por mais curiosa que seja essa habilidade, no entanto, o hábito de conduzir de marcha atrás tem alguns efeitos negativos – o taxista agora sofre de problemas nas costas e pescoço. “Eu tenho dores frequentes no pescoço e tive vómitos severos no passado”, admitiu. “Eu tenho um problema grave por conduzir tão rápido no sentido inverso, porque todo o meu corpo se contorce”.

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *