Abr 7, 2010
996 Visitas

Estudantes italianos propõe-se resolver o problema dos buracos na Europa

Publicado por

buracos-amarelosUma dupla de estudantes de engenharia propõe-se resolver os problemas com os buracos na Europa. Ou, apenas atenuá-los. Com pouco dinheiro, as autoridades locais em toda a Europa foram simplesmente abandonando a reparação de buracos por falta de dinheiro.

Domenico Diego e Cristina Corradini convenceram os especialistas em segurança rodoviária italianos a adotar o seu plano. E em que consiste este plano? Pintar os buracos de amarelo! Simples!

O casal – que estuda na Universidade Politécnica de Milão – agora esperam convencer as autoridades de trânsito em todo o mundo para usarem a sua iniciativa “Iniciativa Estrada Segura”.

“Se não recursos para os reparar, pelo menos, deixar que as pessoas os vejam para que os possam evitar”, disse Domenico.

“Pode evitar um sem numero de acidentes e poupar uma fortuna aos condutores em danos nos seus carros.”

Nota: este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Fonte: Ananova

Categorias dos artigos
Insólito

Comments to Estudantes italianos propõe-se resolver o problema dos buracos na Europa

  • “Nota: este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa”

    Por causa deste facto acabei de remover este sítio da minha lista de favoritos.

    Pedro Costa Abril 10, 2010 2:26 pm Responder
    • Começo por agradecer o facto de pertencer-mos, pelo menos durante algum tempo, à sua lista de favoritos.
      Lamento a sua decisão de nos remover dessa lista.
      Mas, mais dia menos dia, terá que viver com ele (o acordo, claro!). Quer se concorde ou não… O Arco da Velha não disse que concordava com a sua aplicação… Apenas nos vamos adaptando ao futuro.
      Só a título de exemplo, a principal agência de notícias em Portugal (a Lusa) começou a escrever as suas notícias ao abrigo do acordo no final de janeiro (Agência Lusa adopta as novas regras a partir da meia-noite de hoje)
      Abraço

      Arco da Velha Abril 11, 2010 5:03 pm Responder
  • O comentário era, embora não parecesse, em jeito de ironia. Não será normalmente a forma mas sim o conteúdo que me levará a manter ou retirar um sítio da minha lista de favoritos.

    O facto de outros já adoptarem o A.O. desde cedo não o torna mais legítimo, apenas confirma e inevitabilidade do mesmo para minha grande tristeza.
    Se, por um lado, reconheço a necessidade de evolução da língua Portuguesa, por outro recuso-me, por exemplo, a “adotar” palavras como fato em vez de facto ou ação em vez de acção.

    Mas adiante que o artigo era sobre buracos e não sobre o A.O. (ou será que são sinónimos?).

    …e eu lá corria o risco de perder estas pérolas que tantas vezes me fazem rir? 😉

    Abraço.

    Pedro Costa Abril 11, 2010 10:58 pm Responder
  • Ainda bem que não o perdi como leitor! Esse facto é melhor que qualquer A.O.!!! 🙂
    Já agora, penso que dos exemplos que deu “facto” não é alterado pelo AO, mantendo-se igual.
    Já os outros (exemplos) são alterados…
    Abraço e obrigado por participar!!

    Arco da Velha Abril 12, 2010 1:02 am Responder

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.