Mai 9, 2012
755 Visitas

Escola luta pelo direito de aplicar supositórios nos alunos

Publicado por

Uma escola católica só para meninos em Bona (na Alemanha) está a lutar pelo direito de continuar a aplicar supositório nos alunos.

Tudo começou quando um relatório da autarquia afirmou que a prática deveria ser abolida. Um dos professores do Collegium Josephinum, que também é padre, é suspeito de abusar sexualmente de dois alunos. O mote seria o uso de supositório.

“Nós só administramos supositórios em casos sérios, sempre na enfermaria e na presença de uma terceira pessoa. Injeções só podem ser dadas por médicos e pílulas demoram a fazer efeito”, defendeu-se Peter Billig, diretor do colégio.

Os supositórios são usados em casos de dores de barriga, dores de cabeça e dores musculares, de acordo com o site “The Local”.

Relatório de Dominique Singer, do hospital universitário Hamburg-Eppendorf, indicou que os supositórios não têm a eficiência que os diretores da escola acreditam ter nesses casos. Além disso, acrescentou ela, esse tipo de medicamento oferece um falso senso de segurança e ainda pode retardar a obtenção do diagnóstico de uma doença séria.

Entretanto, um relatório independente, conduzido pela socióloga Michaela Schumacher, apontou que a escola, fundada em 1888, “sempre fez uso responsável dos supositórios”.

Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.