Escocês vê-lhe diagnosticado ‘atraso crónico’

Escrito por

Jim DunbarDurante 57 anos, Jim Dunbar tem sido criticado pelos secessivos atrasos. Ele já chegou atrasado ao trabalho, a um primeiro encontro, a jantares com amigos,  a funerais, a consultas médicas… E o atrasado até já perdeu a conta da vezes que isso aconteceu.

Só que agora, finalmente, Jim, morador de Forfar (Escócia), tem uma desculpa: ele sofre de “atraso crónico”.

Sim, o escocês tem uma doença por trás dos atrasos. A síndrome do atraso crónico atinge a mesma parte do cérebro afetada pelo Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH).

“Eu sempre me culpei e pensava: Por que nunca chego na hora certa? Perdi vários trabalhos. Eu posso entender a reação das pessoas e porque elas não acreditam em mim”, desabafou o escocês, em reportagem do “Daily Mail”.

Mesmo com o diagnóstico, Jim ainda luta para minimizar os seus atrasos. Recentemente, Jim preparou-se para ir ao cinema em Dundee onze horas antes do início da sessão. Mesmo com todos os cuidados… “Eram 8h15m e a sessão começaria às 19h. Eu tinha onze horas para me aprontar. Sabia que estava a ir para lá, mas cheguei 20 minutos atrasado”, contou.

 

Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *