Decisão de juiz “autoriza” masturbação em público na Suécia

Escrito por
Praia Drevviken

Praia Drevviken

Uma recente decisão de um juiz na Suécia causou polémica no país. Um homem de 65 anos estava a ser julgado por se ter masturbado em público na praia de Drevviken, em Estocolmo. Decisão: o homem foi considerado inocente.

Tudo aconteceu a 6 de junho, quando o homem baixou os calções e se masturbou junto à água.

De acordo com a decisão do magistrado, o réu não dirigiu o ato (a masturbação) a ninguém em particular. Portanto ele não merecia ser punido por crime sexual, noticiou o site “The Local”. OU seja, como o ato não foi dirigido a ninguém em particular, ofendendo essa pessoa, não há crime.

“Com esta decisão, concluímos que seja normal masturbar-se na praia”, lamentou o promotor público Olof Vrethammar.

A decisão também surpreendeu entidades de defesa dos direitos da crianças.

Via: DailyMail

Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *