Crise de enxaqueca faz britânica falar com sotaque chinês

Escrito por

sarah-colwillUma mulher britânica está a ser tratada por terapeutas da fala por ter passado a falar inglês com sotaque chinês depois de sofrer uma grave crise de enxaquecas.

Sarah Colwill, técnica em informática de 35 anos, viu-lhe diagnosticado Síndrome do Sotaque Estrangeiro, um mal raríssimo que resulta de danos na parte do cérebro que controla a fala e a pronúncia.

O médico John Coleman, especialista em fonética da Universidade de Oxford, que está a acompanhar Colwill, disse que, em geral, a síndrome é provocada por derrames ou lesões cerebrais.

Mas ela acredita que o seu problema começou após uma fortíssima dor de cabeça, que a obrigou a chamar uma ambulância.

“A telefonista e os paramédicos que me atenderam comentaram que eu estava com um sotaque chinês, apesar de eu nunca ter ido à China e ter vivido toda a minha vida no sul da Inglaterra”, contou Cowill aos jornais britânicos.

“Frustrante” Cowill, que mora em Plymouth com o marido e duas enteadas, agora está a fazer terapia da fala para tentar perder o sotaque chinês e recuperar o seu timbre original.

“Estou a falar num tom muito mais agudo, desafinado. Quando ligo aos meus amigos, muitos batem o telefone na minha cara pensando que estou a gozar com eles”, afirmou. “É muito frustrante.””Quero a minha voz de volta, mas não sei se vou conseguir”, disse.

Os especialistas acreditam que existam menos de 20 pessoas em todo o mundo a sofrer do mesmo problema. O primeiro caso registado foi o de uma mulher atingida durante um bombardeio na Noruega, em 1941, que passou a falar norueguês com sotaque alemão.

Fonte: BBC Brasil

Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *