Contar dinheiro faz bem! Mesmo que não seja o seu!

Escrito por

contar-dinheiroDe acordo com um estudo recentemente publicado na Psychological Science, contar dinheiro, mesmo que não seja seu, pode ser uma actividade útil e que pode colocar o moral em cima.
O estudo foi conduzido por Xinyue Zhou da Universidade de Sun Yat-Sen, Kathleen D. Vohs da Universidade do Minnesota e Roy F. Baumeister da Universidade do Estado da Florida, que investigaram o impacto psicológico, físico e social do dinheiro.

Para fazer o estudo, os investigadores fizeram dois testes. Num deles pediram a um grupo de participantes para contar oitenta notas de 100 dólares e a outro grupo para contar oitenta inúteis pedaços de papel. Foram então colocados a jogar um jogo de computador chamado Cyperball. Os participantes foram levados a crer que estavam a jogar com três outros jogadores quando os outros jogadores, de facto, foram gerados por computador. À medida que iam sendo excluídos do jogo os jogadores que haviam contado dinheiro vivo mostravam menos stress que os outros. No segundo teste, os dois grupos colocaram a mão dentro de um recipiente de água quente durante 30 segundos após terem contado dinheiro e o simples papel. Surpreendentemente, aqueles que contaram dinheiro vivo sentiram menos dor e menos incómodo pela água quente do que os que contaram apenas pedaços de papel!

Os psicólogos concluíram então que : “A simples ideia de dinheiro tem um considerável poder psicológico, o suficiente para alterar as reacções a exclusão social e até mesmo a dor física.”
Fonte: sciencedaily.com

Categorias dos artigos
Insólito

Comments to Contar dinheiro faz bem! Mesmo que não seja o seu!

  • Não espalha essa notícia não. Os banqueiros ao saberem certamente vão querer descontar o benefício do salário dos pobres caixas. Sei lá, algo tipo “Desconto em folha por Terapia Psico-economica”.

    Abraços

    José Sidney Pereira Julho 21, 2009 3:01 pm Responder
  • Poxa, se fosse verdade eu seria algo próximo de Chuck Norris de tão auto-confiante, talvez o Van Dame, pois sou caixa de banco e, na verdade, contar dinheiro alheio é uma droga.

    Rafael Andrade Julho 22, 2009 1:11 am Responder
    • Provavelmente o estudo não considerou quem trabalha com dinheiro todo o dia! srrsrsr

      Arco da Velha Julho 22, 2009 8:45 am Responder

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.