Dez 15, 2006
865 Visitas

Circuncisão pode reduzir em 50% o risco de SIDA

Publicado por

Dois testes realizados na África mostraram que a circuncisão pode reduzir pela metade o risco de transmissão de HIV.
O resultado dos estudos, que foram conduzidos pelos Institutos Nacionais da Saúde, ligados ao governo dos Estados Unidos, foi divulgado na quarta-feira.
A circuncisão estava a ser “proposta e oferecida” a oito mil homens em dois países, como parte de um estudo sobre a relação entre a operação e a Sida.
As conclusões do estudo seriam divulgadas no ano que vem, mas os primeiros resultados foram tão positivos que os pesquisadores consideraram que seria antiético não realizar circuncisões nos homens que estavam a ser usados como referência para comparar a eficência do procedimento, o chamado grupo de controlo.
Em 2004, uma pesquisa australiana já havia descoberto que o prepúcio ? a pele ao redor do pénis que é removida na operação de circuncisão ? contém células que são particularmente vulneráveis ao HIV.
Na África do Sul, uma amostragem clínica com três mil homens feita no ano passado já havia detectado que o risco de contaminação havia caído 60% após a operação.

Redacção:7FM Fonte: bbc.co.uk
Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.