Cerveja pode ser mais analgésico que paracetamol

Escrito por

Beber com moderação é o mote que tem vindo a ser propalado.

A Organização Mundial de Saúde sugere que não sejam ultrapassadas duas unidades (20 gramas de álcool) por dia e que haja uma abstinência de, pelo menos, dois dias por semana.
Tudo bem. Mas e se tivermos dores? Como!?

Pois é, pode parecer uma brincadeira mas um grupo de investigadores da Universidade de Greenwich, no Reino Unido, defendem que a cerveja pode ser muito mais eficaz no combate à dor do que alguns comprimidos analgésicos que são utilizados na maior parte dos casos.

O estudo realizado concluiu que o equivalente a dois copos de 473 mililitros de cerveja contribuem para atenuar um quarto da intensidade da dor sentida.

De acordo com o Daily Express, o principal responsável por este estudo, Trevor Thompson, afirma que o álcool pode ser mais eficaz do que o próprio paracetamol.

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *