Bilhetes U2: utilizador coloca à venda no OLX caneta Bic com “oferta” de bilhetes

Os concertos dos U2 geram sempre um frenesim quando vem a Portugal. Se comprar bilhetes é uma tarefa árdua quando em Estádios (maior capacidade) então é uma tarefa hercúlea quando em “arenas”.  Se não foi fácil em 2010 comprar bilhetes para os dois concertos no Estádio Cidade Coimbra (42.000 lugares cada) então comprar para os 2 concertos da Altice Arena (cerca de 20.000 lugares cada) a coisa é  quase missão impossível.
Surge, sempre, o mercado paralelo! Há bilhetes à venda já em sites de vendas na web (tipo OLX). Como é uma prática proibida sobretudo pelos preços praticados acima do valor impresso no bilhete os vendedores fazem tudo o que lhe vem à cabeça de forma a tentar contornar a situação.

Para tudo é preciso arte e engenho. Um “vendedor” no norte (aparentemente da zona da Maia) colocou um anúncio bem cusrioso. Ele colocou à venda uma caneta BIC! E o que é que isto tem a ver com os bilhtes para os concertos de setembro dos U2 em Portugal? Tudo. É que quem comprar a caneta BIC tem “oferta” dos 2 bilhetes (para a plateia) para um dos concertos dos U2. Se não podes vender bilhetes a preços (inflacionados) ofereces! A caneta BIC é que deve ficar cara! Uma forma que não será original mas que não deixa de ser engraçada! A situação está a ser denunciada no grupo de Fãs dos U2 em POrtugal no Facebook (https://www.facebook.com/groups/228092643911654/) donde foi retirada a imagem e cujo membros de tal grupo apelam a que situações do género sejam reportadas.
Resta chamar à atenção, claro está, para o mercado negro que pode trazer dissabores na altura de entrar no concerto!

IgNobel 2017: o prémio “Nobel” para as pesquisas científicas mais absurdas

Os Prémios Nobel alternativos distinguem a “investigação que primeiro faz as pessoas rirem e depois pensarem”, segundo o site dos organizadores.

Dito de outra forma, tais prémios destinam-se a celebrar o incomum, a honrar a imaginação – e estimular o interesse das pessoas pela ciência, medicina e tecnologia.

A cerimónia contou este ano com a presença dos verdadeiros prémios Nobel: Eric Maskin  (Economia, 2007), Roy Glauber (Física, 2005) e Oliver Hart (Economia, 2016)

E este ano, os prémios foram para:

IgNobel da Física, um estudo que argumenta que os gatos podem tecnicamente ser considerados sólidos e líquidos em simultâneo devido: à sua extraordinária capacidade de se adaptarem à forma do recipiente que os contém. O estudo, desenvolvido pelo francês Marc-Antoine Fardin, da Universidade Paris Diderot, foi inspirado em fotografias que circulam online de gatinhos metidos em toda a espécie de recipientes, desde frascos de doce a lavatórios.

IgNobel da Obstetrícia (atribuido pela primeira vez): Marisa López-Teijón, espanhola especialista em reprodução assistida, e a sua equipa, foram premiados pela criação de um dispositivo que permite ao feto ouvir música através da vagina da mãe.

Ig Nobel da Nutrição: foi para uma descoberta realizada pela brasileira Feranda Ito, o canadiano Enrico Bernard e o espanhol Rodrigo Torres, que encontraram o primeiro vampiro: uma espécie de morcego que se alimenta efetivamente de sangue humano.

IgNobel da Paz: da autoria de uma equipa de investigadores internacional e demonstrou que o uso do Didgeridoo, instrumento musical de sopro da Austrália, pode ajudar a melhorar a apneia do sono e o ressonar.

IgNobel da Anatomia:  trabalho publicado em 1993 pelo médico britânico James Heathcote, que procurou perceber porque têm os idosos as orelhas grandes. De acordo com os dados alcançados, as orelhas não crescem com a idade, mas esticam devido à gravidade.

IgNobel da Economia: Matthew Rockloff e Nancy Greer, pelas suas experiências para ver como o contato com um crocodilo vivo afeta a vontade de uma pessoa de apostar.

IgNobel da Biologia: Kazunori Yoshizawa, Rodrigo Ferreira, Yoshitaka Kamimura e Charles Lienhard, pela descoberta de um pénis feminino e uma vagina masculina, num inseto que vivem em cavernas.

IgNobel da Dinâmica de Fluidos: Jiwon Han, para estudar a dinâmica do escoamento líquido, para saber o que acontece quando uma pessoa caminha para trás enquanto carrega uma xícara de café.

IgNobel da Medicina: Jean-Pierre Royet , David Meunier , Nicolas Torquet , Anne-Marie Mouly e Tao Jiang , para usar a tecnologia avançada de scaner cerebral para medir a medida em que algumas pessoas ficam enojadas com o queijo.

IgNobel da Cognição: Matteo Martini , Ilaria Bufalari , Maria Antonietta Stazi e Salvatore Maria Aglioti , por demonstrar que muitos gémeos idênticos não se podem distinguir visualmente.

Carteiro é preso por guardar 500 kg de cartas que nunca entregou

A polícia italiana prende carteiro que escondeu meia tonelada de cartas dentro de casa

Um carteiro foi preso na cidade italiana de Vicenza acusado de guardar na garagem de casa mais de 500 kg de correspondência que não tinha sido entregue.

A polícia foi chamada a intervir após os trabalhadores de uma empresa de reciclagem chamados à garagem (do carteiro) para esvaziá-la e encontraram lá 43 caixas de plástico cheias de cartas, faturas, cheques e até panfletos eleitorais datados de 2010.

O carteiro, de 56 anos, cujo nome não foi revelado, é natural da cidade de Nápoles, segundo a polícia.

O serviço postal prometeu entregar toda a correspondência em atraso, mesmo anos depois.

…………………………….

Fica a música “O Carteiro” do Conjunto António Mafra

Gosta de Foda!? Em março há a Feira (com Degustação) da Foda!

E se o (a) convidassem para ir à Feira da Foda? Ou se ainda fossem mais além e lhe perguntassem se queria participar numa degustação da Foda? Acharia que estariam a gozar consigo. Mas não! Tudo se passa na aldeia de Pias, no concelho de Monção, Viana do Castelo. Apesar do nome sugestivo, não há nada de perverso neste evento popular. Trata-se de um prato que consiste em assar o cordeiro num forno a lenha dentro de um alguidar de barro e a gordura da carne pinga no arroz.

Mas vamos começar por explicar a razão do nome. Está tudo relacionado com o prato típico o Cordeiro à Moda de Monção, conhecido na região como Foda à Moda de Monção. Reza a lenda que a denominação peculiar teve origem nas feiras para comprar animais.

Explicamos melhor. Os vendedores menos honestos costumavam dar sal aos rebanhos para que estes se enchessem de água e parecessem mais gordos. Quando os compradores percebiam que tinham sido enganados, diziam: “Que grande foda.” E pronto, foi assim que surgiu a Foda à Moda de Monção.
Para além da feira, da degustação há ainda a respectiva Confraria! A Confraria da Foda! Pode segui-la no facebokk clicando aqui.

O certame terá lugar a 9, 10 e 11 Março de 2018, na sua segunda edição.

Recentemente o grupo Sons do Minho, para que a festa ficasse completa, juntou à Feira, Degustação e Confraria da Foda a música “Vamos à foda! Tudo a Pias “prá” Foda!

Outros artigos que vale a pena ler:

Itens mais bizarros deixados para trás pelos hóspedes em hotéis

Festa silenciosa de música de dança não é autorizada por causa do ‘muito barulho’

10 empregos bizarros que já não existem mais

Veja a lista de 50 candidatos bizarros às eleições do Brasil

Cirurgião gravou as suas iniciais nos fígados dos seus pacientes

O homem da foto acima é Simon Bramhall, cirurgião especialista em transplantações de fígado e pâncreas.  Ele foi condenado com uma pena de trabalho comunitário durante 12 meses e uma multa de 10.000 libras estrelinas (equivalente a 11.385€) por gravar as suas iniciais no fígados de pelo menos 2 pacientes  que transplantou em 2013.

O caso só se tornou conhecido este mês aquando da leitura da sentença.”As duas (operações) foram longas e difíceis, admito que nessas duas ocasiões você estava cansado e nervoso e que poderia ter afetado o seu julgamento”, disse o juiz ao arguido na leitura da sentença. No entanto, ele acrescentou: “O que você fez foi um abuso de poder e uma traição da confiança que os seus pacientes depositaram em si”.

Simon Bramhall gravou as iniciais SB recorrendo a um instrumento cirúrgico que usa a tecnologia de raios laser de forma a evitar ou reduzir hemorragias, e fez isso na presença dos seus colegas de operação. O caso só foi descoberto porque uma das vítimas teve que submeter-se novamente a cirurgia e os cirurgiões encontraram as iniciais, explicou a imprensa britânica.

“As suas ações marcando os fígados desses pacientes, de maneira totalmente desnecessária, eram atos deliberados e conscientes”, denunciou Elizabeth Reid da acusação. “Esses ataques estavam errados, não apenas do ponto de vista ético, mas também de um crime”, acrescentou.

Outros artigos envolvendo médicos:

Obstetra acusado de deixar grávida para fazer sexo com outra paciente

Após abusar de pacientes, médico só pode atender homens

Médico que tentou ‘curar gay’ é proibido de exercer a medicina

Piripiri na vagina da rival dá 4 anos de prisão

Uma mulher de 43 anos foi condenada pelo Tribunal de Santarém a quatro anos de prisão, com pena suspensa, por ter colocado piripiri na vagina da namorada do seu ex-marido.

A arguida Paula Serafim, residente em Ourém, foi considerada pelos juízes culpada de um crime de sequestro, um de roubo e outro de coação agravada.

O caso remonta a julho de 2011, quando a vítima tentou enviar um SMS amoroso ao então namorado. Só que enganou-se no número e remeteu a mensagem para o telemóvel da arguida, que se tinha divorciado do homem há pouco tempo e desconhecia o relacionamento entre os dois.

Na altura, a arguida e a vítima eram também colegas de trabalho e costumavam até partilhar transporte para a fábrica em Abiul, Pombal.

Foi então que terá preparada a “vingança”. Paula Serafim decidiu vingar-se da amiga e combinou levá-la de boleia no dia seguinte, mas, a meio do percurso, decidiu desviar o carro para uma zona de mato perto de Alvaiázere. Com um cúmplice, despiram a vítima e colocaram-lhe “uma grande quantidade de piripiri na vagina”, segundo o acórdão.

A vítima passou a viver aterrorizada e ficou traumatizada com as agressões mas só as participou à GNR após ter sido pressionada pelo ex-marido da arguida, que receava o que Paula Serafim lhe poderia ainda fazer.

A mulher e o cúmplice ameaçaram pendurá-la “num pinheiro pelo pescoço” e fazer mal às suas duas filhas, mesmo depois de a humilharem com o tempero picante.

O homem da história, Sandro Souza, de nacionalidade brasileira, está desaparecido.
Via: CM

 

Outras vinganças:

Americana é presa por postar (no Facebook) foto nua da sua rival

Mulher coloca veneno na vagina para matar marido com sexo oral

“Vingança pornográfica” dá cadeia na Califórnia

Promoção de Nutella provoca caos em França

Uma queda de preço da Nutella enviou colocou os compradores franceses em alvoroço. Em vários supermercados Intermarché do país houve pancadaria, puxões de cabelos e arranhões.

Vários meios de comunicação social franceses informaram ter havido “tumultos em várias lojas em toda a França” na quinta-feira, após a cadeia de supermercados Intermarché ter  reduzido em 70% o preço de uma embalagem de 950g do chocolate Nutella.

A redução de preço de € 4,50 para € 1,41 levou ao pandemónio com a polícia chamada para restaurar a ordem numa loja em Marles-les-Mines, no norte da França, enquanto os clientes formaram filas e trocaram emp+urrões ainda antes da loja abrir.

O relato de um funcionário de uma das lojas é elucidativo: “Uma mulher arrancou cabelo a outra pessoa, a mão de outra estava a sangrar e uma mulher idosa foi atingida na cabeça com uma caixa. Foi horrível.”

Depois do clareamento do pénis chegou o clareamento da vagina!

Os procedimentos estéticos, sobretudo o clareamento de pele é já comum no sudeste asiático, nomedamente na Tailândia e nas Filipinas.

Há um mês atrás causou sensação um procedimento estético que levava a questão para zonas mais intimas. Uma clínica em Banguecoque passou a disponibilizar um tratamento de clareamento do pénis! Por cerca de 500€  a zona intima masculina fica mais clarinha. O procedimento está a fazer furor. O nome do tratamento também é interessante: “Pikachu laser” (pois na Tailândia o pokemo mais famoso é usado na giria para se referirem ao pénis).

Tudo começou quando um paciente se queixou aos médicos de que a sua zona intima e o pénis eram demasiado escuras.

100 homens por mês estão a fazer este tratamento  no Lelux Hospital em Banguecoque.

Mulheres
Agora chegou a vez das mulheres! Chama-se “Angel whitening” qualquer coisa próxima de clareamento dos anjos, é oferecido na clínica do famoso cirurgião cosmético Vicky Belo. Utiliza tecnologia laser e demora cerca de 30 minutos e custa por volta de (em Euros) 787€.

“Isso branqueia e limpa a vagina da mulher”, disse o Dr. Givency Ang, um cirurgião cosmético que trabalha na clínica. De acordo com o relatório, o procedimento é suposto “branquear, apertar, relaxar e limpar” a vagina da mulher.

Este não é o primeiro procedimento da Clínica de Belo para vaginas que já desde 2014 tem um outro chamado FemiLift . De acordo com o Philippine Daily Inquirer, esse procedimento leva cerca de 10 minutos e aperta a vagina para que as mulheres, nas palavras do cirugião Belo, “se sintam novamente como virgens”.

Primeiro foi o claremaneto das axilas mas agora a tendência centralizou-se e já está na vagina.

 

Concurso de camelos: 12 desqualificados por uso de… Botox!

Na Arábia Saudita realiza-se anualmente um festival de camelos, que inclui uma espécie de concurso de beleza para estes animais. Este ano a coisa não correu tão bem como até aqui. Tudo porque 12 camelos foram desqualificados! E porquê? Devido ao uso de botox.

A imprensa local, citada pela agência noticiosa Reuters, avança que no evento que reúne milhares de pessoas que assistem com entusiasmo ao desfile dos camelos que concorrem a um prémio que pode chegar ao 30 milhões de dólares (24 milhões de euros).

Os jurados observam várias características do animal entre eles a sua estatura, forma das bossas, mas também estão atentos a pormenores relacionados com o formato dos lábios. É verdade!

Segundo o The National dos Emirados Árabes Unidos, uns lábios carnudos e grandes são essenciais para uma boa classificação. É aí que entra, literalmente, o Botox para dar aos animais um visual mais adequado aos critérios de beleza. “Eles usam botox nos lábios, nariz, os lábios superiores, os lábios inferiores e até na mandíbula”, diz Ali Al Mazrouei, um dos participantes. O sujeito é um participante habitual neste tipo de eventos e filho de um criador importante dos Emirados, explica que o botox torna a cabeça maior o que lhe dá um ar imponente.

Dias antes do festival começar um veterinário foi apanhado a realizar procedimentos estéticos em camelos. Além do botox terá realizado plásticas nas orelhas dos animais.

Via: JN

Homem oferece 45 dólares/hora a quem deixe espremer cravos e espinhas

Há quem lhe chame acne, há quem chame espinhas. Ambos estão corretos, aliás, acne podemos chamr-lhe o nome cientifico do problema e espinha é o nome de uso mais comum…

Dizem os entendidos que não se devem espremer, pois pode infetar e levar a cicatrizes. Passando à frente: sabia que há pessoas a pagar $45/hora a quem tenha as malditas bobulhas/espinhas? Pois é, agora podes lucrar com as tuas borbulhinhas inestéticas! Sim, a acnefilia é uma coisa real. É o ato de “interagir” com a acne e, em particular, de espremer as borbulhas de outras pessoas.
Uma dessas pessoas está atualmente anunciar no Craigslist em Nova York. Ele prepara-se para pagar a pessoas com acne crónica US $ 45 (cerca de 36€) por hora para espremer as suas espinhas.

O cartaz diz: “I am one of the popaholics obsessed with watching videos of blackheads/pimples/sebaceous filaments being picked at or popped. I thought I’d give myself a holiday present this year and pop some pimples of my own. Only I don’t seem to have any. This is where you come in. If you have pimples/acne/blackheads and would allow me to pop themthem. I would be extremely grateful.””.

Resumidamente o fulano diz que é um viciado em ver vídeos em que são espremidos cravos, espinhas e filamentos sebáceos… Mas que, de momento, ele próprio, não tem nenhum e é aí que podem entrar outras pessoas e serem pagas por isso! Tudo com condições de higiene!

Pensarão vocês que ninguém repondeu a estes anúncio. Puro engano! Houve centenas de respostas e um dos candidadtos já aceitou acrescentando “Aguarde, apenas vou arrumar as minhas malas para ir para Nova York … Eu vou por você, alma gémea “.

Pilotos de companhia aérea indiana desentendem-se em pleno voo e abandonam cabine

Dois pilotos da companhia aérea Jet Airways (Índia), foram afastados das suas funções. Tudo porque terão protagonizado uma briga em pleno voo e, logo em seguida, deixado a cabine com o avião em modo de piloto automático.

Segundo a Jet Airways, o “mal-entendido” aconteceu entre o copiloto e a piloto da cabine de comando no dia 1 de janeiro 2018. O voo liagava Londres a Mumbai. Ambos foram suspensos enquanto o incidente está em investigação.
Segundo o jornal “Times of India”, o copiloto supostamente agrediu a piloto da aeronave com uma estalada após uma discussão e ela dabandonou a cabine com os olhos cheios de lágrimas.

De seguida, o copiloto seguiu a colega, deixando o avião – com 324 passageiros a bordo – em modo de piloto automático. Os dois voltaram a discutir, mas regressaram à cabine para fazer a aterragem em Mumbai, segundo o jornal.
Via: Times of India

Outras situações com Aviões:

A “vergonha” protagonizada por passageiros de aviões faz sucesso na web (15 imagens)

Companhia aérea pede que pilotos não levem pornografia para a cabine dos aviões

Russa dá à luz gémeos em pleno voo

Empresa aérea cobra consoante o peso do passageiro

Condutor, bêbado, apanhado após 17 voltas a rotunda

Um condutor embriagado foi mandado parar pela polícia numa opreação de rotina. O condutor não obedeceu e foi detido mas apenas após dar 17 voltas completas a uma rotunda. Tudo aconteceu na cidade francesa de Sain Brieuc, no oeste do país, em 30 de outubro.

O condutor, de 73 anos, disse que não que parou antes porque não ouviu as sirenes da polícia. Já os afirmaram que se tratou de uma tentativa de fuga.

Ele, que não tinha cometido nenhuma infração de trânsito até então, desta vez foi julgado e ficou sem carta de condução.

Homem embriagado rouba dois postes de iluminação e carrega-os num Twingo

Um condutor embriagado roubou dois postes de eletricidade e prendeu-os ao carro, um Renault Twingo, na Holanda. Polícia divulgou a foto.

O homem terá roubado os dois postes em plena luz do dia. Quando foi interpelado pela polícia de Lelystad, na Holanda, recusou-se a fazer o teste de álcool e não explicou o que pretendia fazer com o material roubado.

Além disso, o veículo não tinha seguro e não estava inspecionado. O homem foi levado para a esquadra e a viatura confiscada.

O condutor já estava a ser procurado pelas autoridades por abastecer o carro e fugir sem pagar.

Via: JN

Tem comichão do lado esquerdo? Coce do lado direito!

Quando a comichão aperta lá estamos nós a coçar! Não há como evitar. A comichão pode ser definida como uma sensação desagradável que provoca o desejo de coçar o local da comichão. Ela é atenuada por “arranhões”.

Pensando nisso, ou talvez não, seis investigadores alemães (Christoph Helmchen, Carina Palzer, Thomas Münte, Silke Anders e Andreas Sprenger) da Universidade de Münster, no noroeste da Alemanha, propuseram-se ir mais além no estudo da comichão. Estudo útil dirão uns, estudo estúpido dirão outros. Sim, realmente não foi um estudo convencional.

O objetivo do estudo foi, resumidamente, testar se os mecanismos centrais de atenuação da comichão induzida por “arranhões” podem ser ativados coçando no membro contrário ao membro onde se encontra a comichão. Confuso? Basicamente o estudo tentou provar se tivermos uma comichão no braço (por exemplo no esquerdo) se coçarmos de lado direito se a comichão atenua! E sim, chegaram à conclusão que sim! Mas o estudo foi feito, “enganando” os pacientes, ou melhor, induzindo-os em erro, utilizando um espelho. Os pacientes foram colocados de frente a um espelho, foi-lhe provocada a comichão num dos lados e por causa do espelho eles foram induzidos a coçar no lado contrário, o que atenuou a comichão.

Resumo do estudo aqui.

A nova moda das jovens finlandesas: corridas com cavalos… de pau!

As finlandesas entre os 10 e os 18 anos tem um novo desporto: hobby horsing! Com cavalos… de pau!

As corridas de cavalos são conhecidas em todo mundo. Mas estas são diferentes.  Diferentes porque são feitas, não só por raparigas (sobretudo entre os 10 e os 18 anos) mas também pelo cavalo utilizado: um cavalo de brincar!

Falamos do hobby horsing, uma modalidade bizarra para quem vê, mas que parece ter efeitos terapêuticos paraquem a pratica.

Há cerca de dez mil jovens a praticarem hobby horsing na Finlândia, segundo dados da BBC. A modalidade combina a mestria dos saltos de equitação, com movimentos de ballet e… um cavalo de brincar!

Essencialmente praticada por meninas, há quem veja neste desporto insólito uma forma de “empoderamento feminino” e de “imaginação sem limites”, embora para quem vê tudo possa parecer simplesmente estranho.

O que é certo é que a modalidade está tão disseminada na Finlândia que até há campeonatos nacionais que imitam a estrutura das competições equestres, com provas de dressage e de saltos de obstáculos, mas com um cavalo de brincar.

E o que é que explica, afinal, o sucesso do desporto? É que, mais do que uma mera prática física e competitiva, está em causa um verdadeiro sentimento de comunidade. Isso fica patente na força que o hobby horsing tem nas redes sociais, onde as jovens praticantes partilham dicas sobre as melhores técnicas e sobre a construção dos cavalos.

A aposta no “do it yourself“ é outra forte vertente da modalidade, sendo que os cavalos são quase todos feitos em casa, por cada uma das suas donas. Há também, quem os venda nas redes sociais por quantias da ordem dos 200 euros.

Alisa Aarniomaki, 20 anos, praticante do insólito desporto

Esta jovem com um ar rock-punk continua, aos 20 anos, a ser adepta do hobby horsing. “Ajuda-me muito poder, ocasionalmente, sair a galopar para a floresta com os meus amigos. De certa forma, equilibra a minha mente”, destaca Alisa, salientando o lado “fortemente terapêutico” da modalidade e notando que a ajudou a lidar com o divórcio dos pais e com o bullying na escola.

Alisa ainda nota que “o hobby horsing tem uma agenda feminista“, sustentando o facto de ser maioritariamente praticado por raparigas. “Não há rapazes a aparecerem e a dizerem o que temos que fazer ou a mandar em todos”, frisa a jovem que está envolvida na organização de competições da modalidade.

Já o secretário geral da Federação Equestre da Finlândia, Fred Sundwall, afiança, que o hobby horsing dá às crianças e adolescentes que não têm cavalos uma “oportunidade” de “interagirem com eles fora dos estábulos e das escolas de equitação”.