Após divórcio, médico pede de volta rim que doou à (agora) ex-mulher

Escrito por

richard-batistaO médico de Long Island (EUA) Richard Batista, que mantém uma prolongada disputa de separação com Dawell Batista, quer que a ex-mulher lhe devolva o rim que ele lhe doou a ela ou pague uma compensação financeira de 1,5 milhões de dólares (1.1 milhões de €).
Batista disse à imprensa, no escritório do seu advogado em Long Island, que decidiu tornar pública a sua demanda porque se sente frustrado diante da demora do divórcio, que se arrasta há quase quatro anos.

Batista acusa a ex-mulher de impedi-lo de ver os seus filhos, que tem 8, 11 e 14 anos de idade, algumas vezes durante meses inteiros. “Este é o meu último recurso. Não queria fazê-lo de maneira pública”, disse o médico.

Batista disse que doou o rim a Dawnell Batista, de 44 anos, em junho de 2001. A mulher entrou com pedido de divórcio em julho de 2005. Segundo Dominick Barbara, advogado de Batista, a ex-mulher começou uma relação extraconjugal cerca de dois anos após receber o transplante de rim.

Douglas Rothkopf, advogado que representa Dawnell Batista, não quis comentar as exigências de Richard Batista. Porém outros advogados acreditam ser difícil que ele tenha êxito com o seu pedido.

“Estou neste negócio há mais de 40 anos e nunca havia ouvido algo parecido”, disse Seymour J. Reisman, um advogado de Long Island, que é especialista em divórcios. “Não se trata de uma propriedade conjugal ou de um bem conjugal”, afirmou Reisman.

Fonte: G1 | AP

Comments to Após divórcio, médico pede de volta rim que doou à (agora) ex-mulher

  • Existe gente doida, mas este abusa.
    Olhando bem, até tem uma certa lógica, e vai ver que o tipo ganha a causa, mas sem o ‘rin’, ele fica de certeza…

    Bom espaço. :-)))

    mghorta Janeiro 13, 2009 5:26 pm Responder

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *