Agente de imigração coloca própria mulher na lista de terroristas

Escrito por

Um funcionário da imigração estava tão farto da sua esposa que  a colocou numa lista de terroristas – assim ela não poderia regressar a casa a partir do Paquistão onde se encontrava de visita à família.

Quando a esposa chegou ao aeroporto para regressar do Paquistão para a Inglaterra disseram-lhe que ela não poderia embarcar no avião e não explicaram o porquê.

Ela contatou o marido, que sendo da imigração teria facilidade em resolver o problema, mas ele alegando que iria verificar o que se passava, nada fez e deixou-a “presa” no Paquistão durante 3 anos.

O problema só foi descoberto quando o agente da imigração foi frequentar uma formação para subir na carreira. Aí foi confrontado com o facto da sua mulher constar na lista de terroristas e por isso impedida de embarcar em qualquer avião.

Ele não teve escolha senão confessar o que tinha feito – e foi despedido.

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.