Jun 30, 2007
730 Visitas

Advogado especializa-se em defender raptados por ETs

Publicado por
Há advogados especializados nas mais diversas áreas do direito. Um advogado alemão decidiu defender apenas casos de pessoas que afirmam terem sido raptadas por extraterrestres e que garantem ter ficado afectadas física e mentalmente nas mãos das estranhas criaturas.

Jens Lorek, especialista em lei industrial, decidiu em 2006 que ia passar a defender aqueles que sofreram depois de terem sido vítimas de encontros de terceiro grau.

Só mais recentemente é que o advogado teve o seu primeiro grande caso. O primeiro cliente, um chefe de cozinha de um hotel, diz que há dois anos foi sequestrado por ET, quando uma nave espacial em forma de cruz o sugou e levou para o espaço. «Desde então nunca mais fui o mesmo», afirmou Paul Hoffmann.

O homem de 23 anos diz, no entanto, não conseguir lembrar-se da aparência física dos extraterrestres mas apenas que foi «manipulado» e transportado de volta para a terra como «aprendiz» e intermediário das criaturas.

«Era suposto abençoar a cidade onde moro para a chegada de mais extraterrestres», argumentou. Desde então, o chefe de cozinha fechou a conta bancária, ocupou uma propriedade vazia na cidade alemã de Dresden e tomou banho nu numa fonte municipal «por ordem dos ET», defendeu.

Quando a polícia o apanhou na rua a andar de bicicleta, sem qualquer tipo de roupa, foi enviado para uma unidade psiquiátrica de um hospital local. Agora, o advogado Jens Lorek acha que as autoridades não agiram correctamente e pede a libertação do cliente.

Entretanto, Lorek levantou um processo contra a cidade, que culpa pelo comportamento estranho do jovem cozinheiro. O advogado acrescentou ainda que não existem quaisquer leis que indiquem que alguém deva ser colocado num hospital psiquiátrico porque foi vítima de seres extraterrestres. «Se não consegue proteger as pessoas de raptos de ET, o Estado é socialmente responsável», explicou.

No exercer das suas funções Larek mostra-se solidário com as vítimas de raptos extraterrestres. O advogado afirma mesmo conhecer o modo de actuação das criaturas: «Espetam agulhas nos genitais da vítimas e interferem com o funcionamento dos seus órgãos», referiu.

O especialista lembra que, desde 1961, já ocorreram milhares de raptos perpetrados por extraterrestres.

Redacção:7FM Fonte: spiegel.de

Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.