Carteiro é preso por guardar 500 kg de cartas que nunca entregou

A polícia italiana prende carteiro que escondeu meia tonelada de cartas dentro de casa

Um carteiro foi preso na cidade italiana de Vicenza acusado de guardar na garagem de casa mais de 500 kg de correspondência que não tinha sido entregue.

A polícia foi chamada a intervir após os trabalhadores de uma empresa de reciclagem chamados à garagem (do carteiro) para esvaziá-la e encontraram lá 43 caixas de plástico cheias de cartas, faturas, cheques e até panfletos eleitorais datados de 2010.

O carteiro, de 56 anos, cujo nome não foi revelado, é natural da cidade de Nápoles, segundo a polícia.

O serviço postal prometeu entregar toda a correspondência em atraso, mesmo anos depois.

…………………………….

Fica a música “O Carteiro” do Conjunto António Mafra

Gosta de Foda!? Em março há a Feira (com Degustação) da Foda!

E se o (a) convidassem para ir à Feira da Foda? Ou se ainda fossem mais além e lhe perguntassem se queria participar numa degustação da Foda? Acharia que estariam a gozar consigo. Mas não! Tudo se passa na aldeia de Pias, no concelho de Monção, Viana do Castelo. Apesar do nome sugestivo, não há nada de perverso neste evento popular. Trata-se de um prato que consiste em assar o cordeiro num forno a lenha dentro de um alguidar de barro e a gordura da carne pinga no arroz.

Mas vamos começar por explicar a razão do nome. Está tudo relacionado com o prato típico o Cordeiro à Moda de Monção, conhecido na região como Foda à Moda de Monção. Reza a lenda que a denominação peculiar teve origem nas feiras para comprar animais.

Explicamos melhor. Os vendedores menos honestos costumavam dar sal aos rebanhos para que estes se enchessem de água e parecessem mais gordos. Quando os compradores percebiam que tinham sido enganados, diziam: “Que grande foda.” E pronto, foi assim que surgiu a Foda à Moda de Monção.
Para além da feira, da degustação há ainda a respectiva Confraria! A Confraria da Foda! Pode segui-la no facebokk clicando aqui.

O certame terá lugar a 9, 10 e 11 Março de 2018, na sua segunda edição.

Recentemente o grupo Sons do Minho, para que a festa ficasse completa, juntou à Feira, Degustação e Confraria da Foda a música “Vamos à foda! Tudo a Pias “prá” Foda!

Outros artigos que vale a pena ler:

Itens mais bizarros deixados para trás pelos hóspedes em hotéis

Festa silenciosa de música de dança não é autorizada por causa do ‘muito barulho’

10 empregos bizarros que já não existem mais

Veja a lista de 50 candidatos bizarros às eleições do Brasil

Cirurgião gravou as suas iniciais nos fígados dos seus pacientes

O homem da foto acima é Simon Bramhall, cirurgião especialista em transplantações de fígado e pâncreas.  Ele foi condenado com uma pena de trabalho comunitário durante 12 meses e uma multa de 10.000 libras estrelinas (equivalente a 11.385€) por gravar as suas iniciais no fígados de pelo menos 2 pacientes  que transplantou em 2013.

O caso só se tornou conhecido este mês aquando da leitura da sentença.”As duas (operações) foram longas e difíceis, admito que nessas duas ocasiões você estava cansado e nervoso e que poderia ter afetado o seu julgamento”, disse o juiz ao arguido na leitura da sentença. No entanto, ele acrescentou: “O que você fez foi um abuso de poder e uma traição da confiança que os seus pacientes depositaram em si”.

Simon Bramhall gravou as iniciais SB recorrendo a um instrumento cirúrgico que usa a tecnologia de raios laser de forma a evitar ou reduzir hemorragias, e fez isso na presença dos seus colegas de operação. O caso só foi descoberto porque uma das vítimas teve que submeter-se novamente a cirurgia e os cirurgiões encontraram as iniciais, explicou a imprensa britânica.

“As suas ações marcando os fígados desses pacientes, de maneira totalmente desnecessária, eram atos deliberados e conscientes”, denunciou Elizabeth Reid da acusação. “Esses ataques estavam errados, não apenas do ponto de vista ético, mas também de um crime”, acrescentou.

Outros artigos envolvendo médicos:

Obstetra acusado de deixar grávida para fazer sexo com outra paciente

Após abusar de pacientes, médico só pode atender homens

Médico que tentou ‘curar gay’ é proibido de exercer a medicina

Piripiri na vagina da rival dá 4 anos de prisão

Uma mulher de 43 anos foi condenada pelo Tribunal de Santarém a quatro anos de prisão, com pena suspensa, por ter colocado piripiri na vagina da namorada do seu ex-marido.

A arguida Paula Serafim, residente em Ourém, foi considerada pelos juízes culpada de um crime de sequestro, um de roubo e outro de coação agravada.

O caso remonta a julho de 2011, quando a vítima tentou enviar um SMS amoroso ao então namorado. Só que enganou-se no número e remeteu a mensagem para o telemóvel da arguida, que se tinha divorciado do homem há pouco tempo e desconhecia o relacionamento entre os dois.

Na altura, a arguida e a vítima eram também colegas de trabalho e costumavam até partilhar transporte para a fábrica em Abiul, Pombal.

Foi então que terá preparada a “vingança”. Paula Serafim decidiu vingar-se da amiga e combinou levá-la de boleia no dia seguinte, mas, a meio do percurso, decidiu desviar o carro para uma zona de mato perto de Alvaiázere. Com um cúmplice, despiram a vítima e colocaram-lhe “uma grande quantidade de piripiri na vagina”, segundo o acórdão.

A vítima passou a viver aterrorizada e ficou traumatizada com as agressões mas só as participou à GNR após ter sido pressionada pelo ex-marido da arguida, que receava o que Paula Serafim lhe poderia ainda fazer.

A mulher e o cúmplice ameaçaram pendurá-la “num pinheiro pelo pescoço” e fazer mal às suas duas filhas, mesmo depois de a humilharem com o tempero picante.

O homem da história, Sandro Souza, de nacionalidade brasileira, está desaparecido.
Via: CM

 

Outras vinganças:

Americana é presa por postar (no Facebook) foto nua da sua rival

Mulher coloca veneno na vagina para matar marido com sexo oral

“Vingança pornográfica” dá cadeia na Califórnia

Promoção de Nutella provoca caos em França

Uma queda de preço da Nutella enviou colocou os compradores franceses em alvoroço. Em vários supermercados Intermarché do país houve pancadaria, puxões de cabelos e arranhões.

Vários meios de comunicação social franceses informaram ter havido “tumultos em várias lojas em toda a França” na quinta-feira, após a cadeia de supermercados Intermarché ter  reduzido em 70% o preço de uma embalagem de 950g do chocolate Nutella.

A redução de preço de € 4,50 para € 1,41 levou ao pandemónio com a polícia chamada para restaurar a ordem numa loja em Marles-les-Mines, no norte da França, enquanto os clientes formaram filas e trocaram emp+urrões ainda antes da loja abrir.

O relato de um funcionário de uma das lojas é elucidativo: “Uma mulher arrancou cabelo a outra pessoa, a mão de outra estava a sangrar e uma mulher idosa foi atingida na cabeça com uma caixa. Foi horrível.”

Depois do clareamento do pénis chegou o clareamento da vagina!

Os procedimentos estéticos, sobretudo o clareamento de pele é já comum no sudeste asiático, nomedamente na Tailândia e nas Filipinas.

Há um mês atrás causou sensação um procedimento estético que levava a questão para zonas mais intimas. Uma clínica em Banguecoque passou a disponibilizar um tratamento de clareamento do pénis! Por cerca de 500€  a zona intima masculina fica mais clarinha. O procedimento está a fazer furor. O nome do tratamento também é interessante: “Pikachu laser” (pois na Tailândia o pokemo mais famoso é usado na giria para se referirem ao pénis).

Tudo começou quando um paciente se queixou aos médicos de que a sua zona intima e o pénis eram demasiado escuras.

100 homens por mês estão a fazer este tratamento  no Lelux Hospital em Banguecoque.

Mulheres
Agora chegou a vez das mulheres! Chama-se “Angel whitening” qualquer coisa próxima de clareamento dos anjos, é oferecido na clínica do famoso cirurgião cosmético Vicky Belo. Utiliza tecnologia laser e demora cerca de 30 minutos e custa por volta de (em Euros) 787€.

“Isso branqueia e limpa a vagina da mulher”, disse o Dr. Givency Ang, um cirurgião cosmético que trabalha na clínica. De acordo com o relatório, o procedimento é suposto “branquear, apertar, relaxar e limpar” a vagina da mulher.

Este não é o primeiro procedimento da Clínica de Belo para vaginas que já desde 2014 tem um outro chamado FemiLift . De acordo com o Philippine Daily Inquirer, esse procedimento leva cerca de 10 minutos e aperta a vagina para que as mulheres, nas palavras do cirugião Belo, “se sintam novamente como virgens”.

Primeiro foi o claremaneto das axilas mas agora a tendência centralizou-se e já está na vagina.

 

Concurso de camelos: 12 desqualificados por uso de… Botox!

Na Arábia Saudita realiza-se anualmente um festival de camelos, que inclui uma espécie de concurso de beleza para estes animais. Este ano a coisa não correu tão bem como até aqui. Tudo porque 12 camelos foram desqualificados! E porquê? Devido ao uso de botox.

A imprensa local, citada pela agência noticiosa Reuters, avança que no evento que reúne milhares de pessoas que assistem com entusiasmo ao desfile dos camelos que concorrem a um prémio que pode chegar ao 30 milhões de dólares (24 milhões de euros).

Os jurados observam várias características do animal entre eles a sua estatura, forma das bossas, mas também estão atentos a pormenores relacionados com o formato dos lábios. É verdade!

Segundo o The National dos Emirados Árabes Unidos, uns lábios carnudos e grandes são essenciais para uma boa classificação. É aí que entra, literalmente, o Botox para dar aos animais um visual mais adequado aos critérios de beleza. “Eles usam botox nos lábios, nariz, os lábios superiores, os lábios inferiores e até na mandíbula”, diz Ali Al Mazrouei, um dos participantes. O sujeito é um participante habitual neste tipo de eventos e filho de um criador importante dos Emirados, explica que o botox torna a cabeça maior o que lhe dá um ar imponente.

Dias antes do festival começar um veterinário foi apanhado a realizar procedimentos estéticos em camelos. Além do botox terá realizado plásticas nas orelhas dos animais.

Via: JN

“Conversas” durante o sono são normalmente desagradáveis e até ofensivas

Sofre de sonilóquio? Hã!? Se você fala enquanto dorme, então sofre de um distúrbio do sono chamado sonilóquio! Apensar de não ser preocupante, pode ser um indicador da existência de outros problemas. É mais frequente em crianças e em homens.
Chegou-se, entretanto, à conclusão que quem fala enquanto dorme pode ser desagradável e até ofensivo. O que diz, claro!

Pesquisas realizadas pela Dra. Isabelle Arnulf trouxeram alguma luz sobre o que dizem os “conversadores do sono” e as notícias não são boas: as “conversas” podem ser desagradáveis e até ofensivas. Basicamente ou dizemos absurdos completos ou porcaria!

A pesquisa, foi feita recorrendo à análise do sono de 232 adultos (129 dos quais tinham transtorno do comportamento do sono, 87 habitualmente sonâabulos e com pesadelos , um que tinha apneia do sono e o resto não apresentava distúrbios relacionados com sono).

Todos os participantes foram gravados enquanto dormiam ao longo de algumas noites e as conclusões foram:

  • Palavra mais comum: Não! (24% das conversas no sono tem conteúdo negativo);
  • 22% das conversas tem conteúdo desagradável;
  • Quase 10% de todos os episódios de conversa do sono envolveram palavrões, com ‘fuck’ (o estudo não foi feito em Portugal senão palavara seria outra 🙂 ) a ser dita 800 vezes mais frequentemente no sono dos participantes do que quando estavam acordados.

Mas não são só notícias más! O mesmo estudo garante que apesar de estarmos a dormir a nossa gramática continua sólida!

“O que agora sabemos é que falar no sono é muito parecido com falar acordado, em termos de gramática correta, com orações subordinadas e silêncio para que outros possam responder, como na conversa acordado”, acrescentou a Drª Arnulf .

“As diferenças são qualitativas: o idioma noturno é negativo, tenso, mais vulgar e dirigido a alguém, não a si mesmo.

Homem oferece 45 dólares/hora a quem deixe espremer cravos e espinhas

Há quem lhe chame acne, há quem chame espinhas. Ambos estão corretos, aliás, acne podemos chamr-lhe o nome cientifico do problema e espinha é o nome de uso mais comum…

Dizem os entendidos que não se devem espremer, pois pode infetar e levar a cicatrizes. Passando à frente: sabia que há pessoas a pagar $45/hora a quem tenha as malditas bobulhas/espinhas? Pois é, agora podes lucrar com as tuas borbulhinhas inestéticas! Sim, a acnefilia é uma coisa real. É o ato de “interagir” com a acne e, em particular, de espremer as borbulhas de outras pessoas.
Uma dessas pessoas está atualmente anunciar no Craigslist em Nova York. Ele prepara-se para pagar a pessoas com acne crónica US $ 45 (cerca de 36€) por hora para espremer as suas espinhas.

O cartaz diz: “I am one of the popaholics obsessed with watching videos of blackheads/pimples/sebaceous filaments being picked at or popped. I thought I’d give myself a holiday present this year and pop some pimples of my own. Only I don’t seem to have any. This is where you come in. If you have pimples/acne/blackheads and would allow me to pop themthem. I would be extremely grateful.””.

Resumidamente o fulano diz que é um viciado em ver vídeos em que são espremidos cravos, espinhas e filamentos sebáceos… Mas que, de momento, ele próprio, não tem nenhum e é aí que podem entrar outras pessoas e serem pagas por isso! Tudo com condições de higiene!

Pensarão vocês que ninguém repondeu a estes anúncio. Puro engano! Houve centenas de respostas e um dos candidadtos já aceitou acrescentando “Aguarde, apenas vou arrumar as minhas malas para ir para Nova York … Eu vou por você, alma gémea “.

Pilotos de companhia aérea indiana desentendem-se em pleno voo e abandonam cabine

Dois pilotos da companhia aérea Jet Airways (Índia), foram afastados das suas funções. Tudo porque terão protagonizado uma briga em pleno voo e, logo em seguida, deixado a cabine com o avião em modo de piloto automático.

Segundo a Jet Airways, o “mal-entendido” aconteceu entre o copiloto e a piloto da cabine de comando no dia 1 de janeiro 2018. O voo liagava Londres a Mumbai. Ambos foram suspensos enquanto o incidente está em investigação.
Segundo o jornal “Times of India”, o copiloto supostamente agrediu a piloto da aeronave com uma estalada após uma discussão e ela dabandonou a cabine com os olhos cheios de lágrimas.

De seguida, o copiloto seguiu a colega, deixando o avião – com 324 passageiros a bordo – em modo de piloto automático. Os dois voltaram a discutir, mas regressaram à cabine para fazer a aterragem em Mumbai, segundo o jornal.
Via: Times of India

Outras situações com Aviões:

A “vergonha” protagonizada por passageiros de aviões faz sucesso na web (15 imagens)

Companhia aérea pede que pilotos não levem pornografia para a cabine dos aviões

Russa dá à luz gémeos em pleno voo

Empresa aérea cobra consoante o peso do passageiro

Condutor, bêbado, apanhado após 17 voltas a rotunda

Um condutor embriagado foi mandado parar pela polícia numa opreação de rotina. O condutor não obedeceu e foi detido mas apenas após dar 17 voltas completas a uma rotunda. Tudo aconteceu na cidade francesa de Sain Brieuc, no oeste do país, em 30 de outubro.

O condutor, de 73 anos, disse que não que parou antes porque não ouviu as sirenes da polícia. Já os afirmaram que se tratou de uma tentativa de fuga.

Ele, que não tinha cometido nenhuma infração de trânsito até então, desta vez foi julgado e ficou sem carta de condução.