Protestar faz bem à saúde

manifestacaoÉ, até a ciência entrou em cena e deixou um incentivo extra para ir às ruas: participar em protestos faz bem à saúde!

Sim, cientificamente comprovado pelo psicólogo John Drury, da Universidade de Sussex, no Reino Unido. Ele recolheu 160 histórias depois de fazer longas entrevistas com 40 ativistas. Todos relembravam os acontecimentos com felicidade e euforia. “Só de contar os eventos, eles já sorriam”, diz Drury. Além disso, segundo o psicólogo, a participação em protestos está associada com vários indicadores de bem-estar: fortalecimento do sistema imunológico, redução de dores, ansiedade e depressão.

E faz bem para a todo o país. Num outro estudo, pesquisadores da Universidade de Washington avaliaram os tipos e quantidades de protestos nos Estados Unidos durantes os anos de 1960 até 1998 e as aprovações de leis relacionadas às reivindicações. Quando há manifestações, as chances de leis favoráveis à causa serem aprovadas pelo Congresso sobe de 1,2% para 9,5%.

Condutor é preso ao se envolver em acidente enquanto fazia sexo

condutor acidente sexoUm condutor de 25 anos foi preso em Albuquerque, no estado do Novo México (EUA), após se envolver num acidente enquanto fazia sexo com uma jovem de 21 anos.

Segundo a polícia, Luis Briones estava envolvido num ato sexual com Natasha Carroll, quando perdeu o controlo do seu Ford Explorer e atingiu outro veículo numa rua de Albuquerque.

Após o acidente, ele tentou fugir do local, mas uma testemunha tirou as chaves do veículo para impedir a sua fuga.

Briones foi detido acusado de coduzir bêbado e por condução perigosa. Ele foi levado para a cadeia do condado Bernalillo com uma fiança de 22 mil dolares (perto de 17.000€).

Como estava sem cinto, Natasha Carroll, a parceira sexual de Briones, ficou ferida no acidente e foi levada para um hospital local.

Idoso pode ser preso por chamar feia à vizinha

paRichard Dawe, de 79 anos, violou uma ordem que o proibia de ter comportamento antissocial e partiu para o ataque verbal contra uma vizinha em Castlemorton Common (Inglaterra). Agora, o idoso pode ser preso por chamar feia à vizinha.

“Oh, meu Deus, você é feia!”, comentou o britânico.

Os problemas com Richard começaram em 1998. Ele foi denunciado por cantar em alto e bom som na entrada da casa “Oh What A Beautiful Morning”, tema de abertura do musical “Oklahoma!”, e “Delilah”, de Tom Jones, incomodando os vizinhos.

Além disso, o idoso foi acusado de gozar os moradores, atacar um deles com uma pá e fazer sons de pavão para uma vizinha que reclamara que ele estava a ouvir rádio em volume bastante elevado, de acordo com o site “SWNS”.

James Schooling disse ao “Daily Mirror” que viver ao lado de Richard tem transformado a sua “a vida num pesadelo”.

‘Contato’ tecnológico com os mortos populariza-se nos EUA

qr codeFazer “contato” com mortos sem recorrer a poderes sobrenqturais é possível. Graças à tecnologia do QR code, um visitante de cemitério pode usar o seu smartphone para ler o código e ter acesso a um site com informações sobre o falecido. Esse site pode ser atualizado pelos parentes. O uso de QR code em túmulos começou na Europa e agora está a popularizar-se nos EUA, sendo já utilizado em alguns estados, como Washington e Pensilvânia.

Na Pensilvânia, o serviço é oferecido pela empresa Digital Legacys. Custa por ano US$ 99 (cerca de €) e inclui um QR code e um site.

Inventado em 1994 por uma subsidiária da Toyota, o QR code é um dos mais populares tipos de código de barras bidimensionais. Ele foi projetado para permitir que conteúdos sejam decodificados em alta velocidade.

Menopausa é culpa dos homens

menopausaConhece a mania masculina de andar atrás de mulheres mais jovens? Pois bem, foi ela que, segundo pesquisa da Universidade McMaster, no Canadá, deu vida à menopausa. A culpa é toda deles.

Quem descobriu foram três professores do Departamento de Biologia da universidade. Com a ajuda de cálculos matemáticos, eles analisaram a influência da seleção masculina nas mudanças genéticas das mulheres. E perceberam que a culpa pela menopausa não é a idade, mas sim a falta de sexo (principalmente, para fins reprodutivos). Como os homens procuram mulheres mais jovens para fazer filhos, desde o tempo das cavernas, manter o corpo pronto para a reprodução perdeu o sentido. E foi daí que surgiu a menopausa.

Os biólogos discordam de velhas teorias, como aquela que defende a menopausa como uma seleção natural para assegurar a sobrevivência da espécie – sem chances de ter filhos pequenos, as avós podem ajudar a criar os netos.

Seleção natural escolhe fertilidade, reprodução – não em parar isso”, diz Rama Singh, um dos autores do estudo. Tampouco veem sentido em culpar a idade pela infertilidade. Afinal, não se sabe de nenhum outro animal que fique infértil depois de alguns anos.

Eles ainda acham que é possível reverter este processo – desde que as mulheres mais velhas continuem a reproduzir-se. Aí seria o fim da menopausa.

Roqueiro culpa filme porno por hemorragia cerebral

poisonO roqueiro americano Bret Michaels (foto ao lado), de 49 anos, durante uma recente entrevista na TV a Conan O’Brien culpou um filme porno pela hemorragia cerebral que sofreu em 2010.

Michaels, que foi vocalista dos Poison, relatou que estava a assistir na televisão a um jogo de beisebol quando decidiu fazer zapping durante um intervalo do jogo. Ele parou no filme “Busty Cops 3”. Foi durante a exibição do filme porno que o cantor de rock sofreu a hemorragia.

Uma das estrelas do filme, Jelena Jensen (foto abaixo-Divulgação/Girlfrieds Films), riu-se das declarações do roqueiro.

“Achei hilariante que eu tenha sido uma das últimas coisas que Bret Michaels viu antes da hemorragia. Eu já causei acidentes de trânsito, quando o condutor ficou a olhar para mim em vez de prestar atenção ao trânsito, mas não posso dizer que causei uma hemorragia cerebral”, disse a atriz ao “Huffington Post”.

Por causa da hemorragia, o cantor foi submetido a uma cirurgia ao coração, realizada em hospital de Phoenix (EUA). Ele recuperou bem e hoje comanda um realityshow na TV.

China: cozinhas são fiscalizadas ao vivo na web por governo e clientes

big brother cozinhaO órgão que administra o setor de alimentos na China (equivalente à nossa ASAE) instalou câmaras nas cozinhas de 107 restaurantes na cidade de Qingdao. No melhor estilo “Big Brother”, as gravações são disponibilizadas ao vivo na internet para que os clientes possam averiguar as condições de higiene e a forma de confessão dos pratos que pretendem consumir. E, é claro, para os fiscais do governo comunista aplicarem multas. O projeto chama-se “Cozinha Transparente”.

 

Afinal a gordura pode salvar a sua vida

gorduraSim, a gordura, esse tecido molenga que faz questão de crescer com o passar dos anos, um dia pode salvar a sua vida. É que cientistas da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) descobriram que algumas células-tronco encontradas na gordura são capazes de sobreviver em ambientes insalubres.

A descoberta aconteceu por acaso. O investigador Gregorio Chazenbalk estava a separar células-tronco no laboratório quando um dos equipamentos pifou. Ao invés de jogar as amostras fora, Chazenbalk preferiu deixar ali e ver quais sobreviveriam sem nutrientes e oxigénio. A maioria morreu – excepto aquelas derivadas do tecido adiposo.

Ele, então, decidiu fazer novos testes. Encomendou gordura extraída de mulheres em cirurgias de lipoaspiração e percebeu que estas células eram bem mais resistentes e ainda tinham a capacidade de se transformar em vários tipos de células, como muscular, osséa, adiposa, cardíaca, neuronal e fígado. “Elas podem sobreviver em condições em que apenas células do câancro conseguem viver”, comemora Chazenbalk. Ele acredita que estas células podem, por exemplo, ajudar a restaurar os tecidos do coração depois de um enfarte.

Na verdade, em 2001, um pesquisador japonês já havia descoberto a existência de células-tronco na gordura. Só que essas têm características de células-tronco adultas – o que significa que elas não conseguem diversificar-se em tantos tecidos.

Além do mais, estas células descobertas pela equipa americana parecem não formar tumores, conhecidos como teratomas, como acontece com outras células-tronco. “Essa é uma imensa vantagem porque não é necessário remodificá-las para não produzir teratomas”, diz.

Afinal, tudo nesta vida tem algum ponto positivo. Até as nossas células gordinhas.

Índia: casais que façam sexo antes do casamento passam a estar casados!

sexo casamento indiaSolteiros que tiverem relações sexuas já podem considerar-se casados. Foi o que decidiu o Supremo Tribunal de Madras (Índia). De acordo com a decisão inédita no país asiático, um homem a partir de 21 anos e uma mulher acima de 18 que se envolvam sexualmente já são marido e mulher, com todos os direitos e os deveres da lei indiana vigente, segundo reportagem do jornal “The Hindu”.

O tribunal salientou que qualquer parte do casal formado pelo sexo pode ir a um Tribunal de Família a fim de obter documento registando o estado civil. Para tal, basta provar a relação sexual.

A decisão judicial também esclareceu que, após selar o casamento com a relação sexual, nenhuma das partes pode ter relações extraconjugais, pois ela poderá ser considerada bigamia.

Atriz posta no Twitter que está sozinha em casa e pouco tempo depois é assaltada

A atriz e modelo Helen Flanagan (na foto ao lado), de 22 anos, reclamou no Twitter estar longe do namorado, o jogador do Manchester City Scott Sinclair, que havia viajado.

Horas depois, três assaltantes mascarados invadiram a casa em que ela mora com o atleta em Manchester (Inglaterra). A britânica e uma amiga que lhe fazia companhia foram trancadas num quarto enquanto os bandidos “limpavam” a residência, avaliada em 2,8 milhões de Libras (cerca de 3,2 milhões €), de acordo com o “Sun”.

A polícia desconfia que a mensagem no Twitter tenha servido de “fonte de informação” aos assaltantes.

Australiano quer trocar proibição de beber por pena de prisão

Milo-WildMilo Manu Felix Wild, de 22 anos, foi detido por se comportar de maneira indecente, destruir quatro casas de banho químicas (daquelas que encontramos nos festivais de música) e urinar em policias, durante uma noite de bebedeira num clube de Darwin (Austrália). Ou seja: fez jus ao sobrenome: Wild.

O australiano foi condenado a três meses de prisão, mas a pena foi substituída por outra alternativa, de acordo com o site “NT News”: proibição de consumo de bebidas alcoólicas durante dois anos.

Esta pena deixou Milo completamente deprimido d etal forma que decidiu voltar ao tribunal para pedir que a condenação inicial seja aplicada, ou seja, a pensa de prisão!

Ele prefere passar três meses na prisão do que ficar dois anos sem poder beber e socializar com os amigos.

O Juiz John O’Neill, que trata do caso, mostrou-se surpreso com o fato de a vida de Milo “não valer a pena sem o álcool”.

Cliente liga para polícia e reclama da prostituta ser feia

[imagem meramente ilustrativa]
[imagem meramente ilustrativa]
Um cliente insatisfeito com a aparência da prostituta que ele contratara ligou para a polícia de West Midlands (Inglaterra) a reclamar. Segundo ele, a mulher não se parecia com a que estava na foto da propaganda dos seus serviços sexuais.

“Ela não se descreveu da forma correta e estava totalmente adulterada. Ela era basicamente feia”, prostestou o cliente ao telefone, de acordo com o jornal “Express and Star”.

O polícia que o atendeu advertiu o cliente que ele estava a infringir a lei ao acionar o serviço de emergência para tal reclamação, mas o sujeito insistiu em protestar. Segundo ele, a prostituta violou o Código de Defesa do Consumidor, já que a “qualidade não havia sido satisfatória”.

Pesquisa: 25% dos britânicos já fizeram ménage à trois

manage a troisDe acordo com uma pesquisa do tabloide inglês  “The Sun” com 20 mil leitores, cerca de um quarto dos britânicos (26% dos homens e 23% das mulheres) já praticou ménage à trois.

Outros resultados:

– 72% já fizeram sexo em local aberto e público;

– Mais de 50% admitiram ter feito sexo sem proteção com um(a) estranho(a);

– 64% disseram já ter usado vibradores e outros brinquedos sexuais;

– 14% afirmaram ter tido relações sexuais em transportes públicos;

– Mais de um terço das mulheres perdeu a virgindade antes dos 16 anos;

 

“Beijo do globo ocular” vira moda entre estudantes japoneses

beijar globo ocularA modalidade é considerada um passo à frente do beijo francês (o famoso beijo de língua) e está a tornar-se moda entre estudantes japoneses. Trata-se do beijo do globo ocular!

Sim, neste beijo bizarro, conhecido como oculolinctus, o namorado passa a língua pelos globos oculares da namorada. E vice-versa, claro. Ou então entre amigos, como uma brincadeira.

De acordo com o “Sun”, a prática tem provocado vários casos de conjuntivite entre crianças e adolescentes japoneses.

Mas o oculolinctus não é exclusividade do Japão. O jornal cita o caso de Elektrika Energias, de 29 anos, que mora nas Ilhas Virgens, nas Caraíbas.

“O meu namorado começou a beijar os meus globos oculares no ano passado e eu adorei. Já não é meu namorado, mas eu ainda peço aos homens que beijem os meus globos oculares. Eu gosto porque me excita. É como chupar os meus dedos dos pés”, afirmou ela.
Via: PageNotFound

Mulheres bebem com mais frequência que os homens

bebedaElas não apenas bebem mais, como também passam do limite com mais frequência que eles. Foi o que constatou uma pesquisa conduzida pelo Instituto Nacional de Abuso de Álcool e Alcoolismo (NIAAA), nos Estados Unidos.

Os pesquisadores entrevistaram 992 caloiros (575 mulheres e 417 homens) da região da Nova Inglaterra, nos Estados Unidos. Eles perguntaram a todos quantas vezes por semana saíam para beber – e a quantidade que costumavam ingerir. E descobriram que as mulheres “enchem a cara” mais vezes: estão 50% mais propensas a passar dos limites ao longo da semana do que eles.

Passar dos limites, segundo o NIAAA, é beber mais do que 3 bebidas por dia ou 7 por semana, no caso das mulheres. Já os homens podem beber até 4 bebidas por dia ou 14 por semana. A diferença é grande, mas os limites são estipulados pelos riscos de desenvolver doenças.