Café português em Inglaterra brinca com suposta violação e cria o “Cookies Ronaldo”

Um português, que é dono de um café em Worcester (Inglaterra), resolveu brincar com o caso da alegada violação cometida pelo seu conterrâneo Cristiano Ronaldo. José Gonçalves criou biscoitos com figuras humanas a fazer sexo e batizou-os de “Cookies Ronaldo”.

De acordo com o proprietário da Our Taste Of Portugal, todos os 30 biscoitos de Ronaldo esgotaram na segunda feira dia em que foram colocados á venda gerando até queixas de outros poteiciais clientes, contou o jornal “Daily Mirror”.

Cada biscoito custava 0,50 Libras (cerca de 57 cêntimos).

Após críticas no Facebook, o empresário defendeu-se: “A ideia era brincar com a situação. Adoro o Cristiano Ronaldo. Vou defendê-lo porque acredito na sua versão. Sinto muito se fiz algumas pessoas sentirem-se mal.”

Lydia Johnson, coordenadora do Glade Sexual Assault Referral Centre, organização que combate crimes sexuais em Worcester, disparou: “Estupro e agressão sexual nunca podem ser algo que vire piada. É muito desapontador ver isso acontecer.”

Os biscoitos…

Homem é preso pela polícia por se recusar a parar de fazer sexo com o escape do carro

A polícia teve que recorrer à força para fazer um homem parar de fazer sexo com… o tubo de escape de um carro!

Ryan Scott Malek’s, de Newton, Kansas (EUA), foi apanhado com 4 vezes mais o limite legal de álcool no sangue quando a polícia o encontrou numa posição questionável com um carro estacionado. O agentes da polícia tentaram fazer com que ele parasse (de tentar fazer sexo com o tubo de escape de um carro) mas ele, alheado da realidade e persistente, continuou.

O documentos judiciais mostram que Ryan Scott Malek foi acusado de comportamento indecente e lascivo Ele admitiu ter repetidamente tentado fazer sexo com o escape do carro. 
Como fez ouvidos de mercador às vozes dos policias, estes recorreram a uma arma de choque elétricos (Taser), para o imobilizar. Foi então detido.

Mais tarde, ele declarou-se culpado de comportamento indecente e lascivo e foi colocado em liberdade condicional por um ano. 

Mulher é presa por bisbilhotar o telefone do marido sem permissão

Um tribunal nos Emirados Árabes Unidos (EAU) condenou recentemente uma mulher a três meses de prisão após o seu marido a ter processado por bisbilhotar o seu telefone sem a sua permissão.

Segundo o homem, tudo se passaria durante a noite,  altura em que a sua esposa bisbilhotava o seu telefone, fazendo cópia do seu conteúdo incluindo fotos e conversas de chat/messenger para que ela pudesse examinar todas as informações posteriormente.

Embora a mulher se tenha defendido dizendo que o marido havia lhe dado a senha para o telefone e permissão para examiná-lo, porque ela já o havia apanhado a conversar com outras mulheres, um tribunal em Ras Al Khaimah considerou-a culpada.

O marido entrou com uma queixa contra a esposa e a polícia chamou-a para interrogatório. Tudo porque ela violou a rígida lei de privacidade dos Emirados Árabes Unidos, que afirma que os casais são proibidos de aceder aos telefones pessoais um do outro sem permissão, mesmo se um deles suspeitar que o outro está a ter um caso.

Este caso foi originalmente relatado em 1 de outubro e, desde então, provocou um debate acalorado nas redes sociais.

Enquanto alguns acham que a mulher teve o que merecia por violar a lei, outros acham que era moralmente errado o marido mandar a esposa para a cadeia por vários meses, mesmo que ela lhe bisbilhotasse o telefone sem a sua permissão.

Cidade da Suécia cria museu para comidas repugnantes

O nome da nova atração turística de Malmo (Suécia) pode assustar muita gente com estômago mais sensível: Museu da Comida Repugnante.

Estão em exposição, entre outras dezenas de “delícias”, um vinho de arroz que contém pénis de três animais (foca, veado e cão), e um queijo afrodisíaco cujo gosto remete a gasolina e amónia (na imagem acima).

Uma das ideias do museu é mostrar que o conceito de “repugnante” pode variar de cultura para cultura, além de incentivar o consumo de alternativas fontes de proteína, como os insetos.

“Achei que seria interessante dedicar um museu não aos alimentos mais bonitos e mais saborosos, mas à comida mais nojenta do mundo”, disse 
à “Lonely Planet”, Samuel West, curador do museu.

Esta é a imagem que está a confundir a internet… Pescoço ou costas?

Antes de ler o restante artigo, observe a foto… O que vê abaixo dos cabelos? Um pescoço ou umas costas? 

A imagem acima é a última  a aparecer e confundir milhares de pessoas. Parece, e não deixa de ser um click aparentemente inocente do cabelo de uma mulher…

O cabelo (mais curto ou mais comprido é unânime), agora se o restante é o pescoço os as costas é aí que as opiniões divergem. Postado no Twitter por @LilMaarty, a foto, que tem sido apreciada por mais de 70.000 pessoas, “retuitada” por perto de 32.000,  parece mostrar a parte de trás da cabeça de uma mulher, com o cabelo curto e a ver-se grande parte do pescoço.

Mas não é bem o que parece, como fica evidente quando se lê a legenda de Marty: “Por que eu pensei que este era o pescoço dela”.

Isso fez com que outros utilizadores passassem vários minutos a olhar para a imagem, tentando descobrir qual parte do corpo eles estavam a ver, se não fosse de fato o pescoço dela.

“Fiquei a olhar durante cinco minutos e se não é um pescoço eu sou estúpido”, respondeu uma pessoa. Outro comentou: “Literalmente olhei para isto por um minuto como ‘se isso não é um pescoço, então o que é isso ?!”  Um terceiro postou: “(…) eu vi um pescoço e cabelo danificado.” Um quarto utilizador disse que a coisa toda fez seu “cérebro doer”.

Verdade
Em vez do pescoço e do cabelo curto de uma mulher, a imagem mostra uma mulher com longos cabelos cacheados caindo pelas costas nuas.

As pessoas ficaram chocadas quando descobriram a verdade.

Mulher ciumenhta faz lista de 22 coisas proibidas para o namorado. A “internet” fica estupefacta!

A lista foi encontrada por acaso num carro do namorado que foi vendido e sem o saber, no seu interior, ía a lista “fatídica”.

Uma das partes mais difíceis de um relacionamento pode ser confiar no(a) parceiro(a), especialmente se algo menos bom já aconteceu no passado. Enquanto a maioria dos casais faz isso sendo aberto um com o outro, outros arrajma formas bem menos ortodoxas ou mesmo (muito) mais rigorosa.

Ela escreveu uma lista de 22 coisas que o seu namorado foi proibido de fazer. Para além disse, ele ainda teve que assinar e concordar!

A lista foi compartilhada nas redes sociais, e as pessoas ficam horrorizadas com as proibições.
Por exemplo:

  • não olhar para mulheres solteiras;
  • não ter numeros de telefone de mulheres solteiras;
  • não ter amigas ou seguir mulheres solteiras nas redes sociais;
  • não beber a menos que ela esteja presente;
  • poder vasculhar o seu telemóvel sempre que quiser;
  • responder em menos de 10 minutos às suas mensagens;
  • só poder falar/estar com os seus amigos 2 vezes por semana;
  • nunca a abandonar para estar com os amigos…

A lista foi partilhada nas redes sociais pelo usuário do Twitter @ kkeyes96 que a encontrou num carro que comprou.

Diz ele no Twitter: “Um desgraçado trocou de carro e ele tinha um contrato com a namorada.”

O documento para além das 22 regras e da assinatura ainda tinha algumas partes marcadas, sublinhadas e coloridas para que o homem não tivesse dúvidas. 

Google Maps provoca o divórcio de casal peruano

Um marido divorciou-se da sua esposa depois de descobrir fotos “íntimas” dela com outro homem no Google Maps.

O homem estava a planear uma rota quando viu uma imagem da sua esposa sentada num banco de jardim com a cabeça dele no sue colo e a acariciar-lhe o cabelo.

As fotos haviam sido feitas aquando da passagem de um carro com a câmara da Google na capital peruana, Lima. O marido chocado disse que a foto lhe chamou a atenção após notar que a mulher da foto parecia estar  a usar exatamente as mesmas roupas que a sua esposa possuía.

Ironicamente, ela foi fotografada com o seu amante nm banco perto da Ponte dos Suspiros de Barranco (Ponte dos Suspiros do Desfiladeiro).

A história remonta a 2013, o homem confrontou furiosamente a sua esposa com a evidência de sua infidelidade.

O casal, cujos nomes não foram revelados, divorciaram-se mais tarde após a mulher ter admitido ter tido de facto um caso e de ser ela mesmo nas ditas imagens do Google Maps.

NOS EUA menino telefona para o 911 (equivalente ao nosso 112) a pedir ajuda com TPC de matemática

A polícia do estado americano do Colorado divulgou um áudio em que um menino de 10 anos liga para o telefone de emergência americano 911 (equivalente ao nosso 112) para pedir ajuda com seu trabalho de casa de matemática.

O caso ocorreu em Fort Collins. O garoto relatou ao policia que atendeu a chamada que não sabia como dividir 3.052 por 71. Chris Clow, o policia, deu a resposta correta ao menino: 42,9. Ouça no vídeo abaixo a aprtir dos 50 segundos…

Ouça a gravação da chamada a apartir dos 50 segundos…

A polícia aproveitou este caso para lembrar que o telefone de emergência deve ser usado apenas para emergências reais.

Americana ‘casa-se’ com o noivo morto

Jessica Padgett estava de casamento marcado com Kendall James Murphy em 29 de setembro. Acontece que em novembro do ano passado, o noivo, que era bombeiro, morreu atropelado por um condutor, também do Corpo de Bombeiros, que conduzia embriagado. Ambos seguiam nos seus próprios carros para o local de uma emergência.

No dia exato em que o casamento estava marcado, Jessica foi ao cemitério em Montgomery (Indiana, EUA), onde o corpo de Kendall está enterrado, e “casou-se” com o seu noivo. Tudo foi igual a um qualquer casamento. A boda decorreu num salão, com convidados, padrinhos e obviamente o “tradicional” vestido de noiva branco.

Houve também um álbum de fotos, cujas imagens foram postadas no Facebook, para contar a história do grande dia. Uma foto do noivo, em tamanho grande, foi levada ao cemitério.

Casal bebe demasiado na lua-de-mel e acaba por comprar o hotel

A história começou em Junho do ano passado. Gina Lyons, de 33 anos, e Mark Lee, de 35, casaram-se e prepararam a lua-de-mel para Dezembro desse ano num hotel rústico junto à praia no Sri Lanka.

A mulher conta que, embora a conversa inicial tenha sido enquanto estavam sobre o efeito de bebidas alcoólicas, as conversas seguintes  aconteceram também enquanto o casal estava… alcoolizado!

Na primeira noite no país asiático, o casal bebeu um pouco mais que devia e, ao receber a notícia – por parte de empregados do bar – de que o contrato de arrendamento daquele hotel estaria a acabar, decidiram assumir o aluguer.

O casal com a sua compra “intempestiva” ao fundo… 

Assim, a partir do dia 1 de Julho, Gina e Mark tornaram-se oficialmente os donos do “Lucky Beach Tangalle”, pagando uma renda anual de cerca de 11.500€. Isto durante três anos.

“Quando caminhávamos junto ao hotel, vimos um grupo de homens cingaleses que ainda estavam alcoolizados da noite anterior e começámos a beber com eles”, afirmou Gina ao jornal britânico Daily Mirror.

“Depois de descobrirmos o valor da renda” pensámos que seria uma ideia brilhante comprar o hotel – por estarmos tão bêbedos”, contou a britânica. “Agora, quase um ano depois desta ideia alcoolizada, somos donos do hotel e começámos a torná-lo nosso.”

“No dia seguinte fomos conhecer um casal idoso que nos explicou como renovar a renda sozinhos mas, como não entendíamos a maior parte do que diziam, continuámos a beber rum enquanto eles falavam”, explicou Gina.

A nova dona do hotel contou que não foi barata toda esta situação: além dos quase 35 mil euros da renda (pelos 3 anos), eram necessários mais oito mil euros em licenças de construção e imobiliário e sete mil euros na renovação do estabelecimento.

Apesar de um dificuldades iniciais no negócio, o casal tem agora clientes regulares e já quase cobriu o investimento feito enquanto estavam alegres. No entanto, Gina e Mark assumem que, a partir de agora, as suas decisões serão feitas apenas enquanto sóbrios.

Cuidado homens… Está aí o “pénis de inverno”. O orgão pode ficar 50% mais pequeno

O tempo frio pode fazer com que os pénis encolham, diminuam as ereções e causem dificuldade em atingir o orgasmo. Quem o diz é uma especilista.

Cuidado homens, e por consequência, cuidado mulheres!  Annabelle Knight, especialista em sexo e relacionamentos, disse ao jornal online Metro (Metro) que “Os vasos sanguíneos do pénis se fecham por causa das temperaturas baixas”, dando origem ao chamado “pénis de inverno”.

“Os homens podem esperar que o seu pénis se retraia em até 50% de comprimento e 20% a 30% de grossura quando o tempo fica frio”. Annabelle acrescentou que, quando o clima está mais frio, o corpo redireciona o calor e a energia normalmente disponíveis para os órgãos vitais no interior do corpo.

“O corpo tem que reduzir o fluxo sanguíneo para os seus apêndices – seus dedos das mãos e pés, e o seu pénis. Os testículos também se retraem e se elevam mais perto do resto do corpo para que eles também possam manter-se aquecidos”.

O tamanho não é a única coisa afetada pelas mudanças das estações.

Annabelle disse que o clima frio também torna o orgão mais insensível o que significa que ele fica menos sensível a qualquer tipo de toque. Também pode levar os homens a demorar mais tempo a atingir o orgasmo, não apenas porque se sentem fisicamente frios, mas porque sentir frio é “perturbador”, acrescentou Annabelle.

Ainda estamos no Outono, mas…

Homem coloca namorada à venda no eBay como “usada” mas tiro sai pela culatra…

Um homem colocou a sua namorada à venda no eBay descrevendo-a como “usada” mas em estado razoável. Mas, admite, o tiro saiu-lhe pela culatra quando ele recebeu ofertas de até 70.000 libras (quase 80.000€ ou R$ 352.000).

Dale Leeks, de 34 anos, postou o anúncio online para brincar com a sua parceira/namorada Kelly Greaves, de 37 anos, com quem namora há quase um ano .

A descrição estava longe de ser lisonjeante para a namorada, ao colocar no campor relativo à condição “artigo”: “For parts or not working” , grosso modo, não funcionava e que serviria apenas para peças. Da descrição constava ainda um aviso sobre um “lamentável ruído constante”.

Mas a descrição ía ainda mais além, ao comparar Kelly a um carro velho, ele dizia que a sua carroçaria até estava ‘razoável vista de longe mas que ao perto já “mostrava sinais de desgaste’…

No entanto, a sua pequena brincadeira depressa saiu do controlo quando ele começou a receber mensagens de pessoas ao redor do mundo, desde a Europa passando pela América e Austrália. O “item” (Girlfriend) começou a fazer sucesso no site de vendas, acumulando 81 mil visualizações em apenas 24 horas – atraindo mais de 100 ofertas e os lances a atingir as 70 mil libras (quase 80.000€ ou R$352.000)!

Como a internet não perdoa, e quem semeia ventos colhe tempestades, Dale, que mora em Colchester, Essex, foi inundado com centenas de mensagens de potenciais compradores com os mais diversos comentários e perguntas. Um potencial comprador perguntou se podia fazer um “test drive”, outro quis esclarecer “quantos “proprietários anteriores ela teve” ou até “qual o seu histórico em termos de revisões e se as mesmas estavam em dia”. 

“Mas a partir daí, ele simplesmente saiu de controle. As ofertas começaram a enlouquecer. E, entretanto a diversão terminou quando o eBay removeu o item/anúncio apenas 24 horas na lista, alegando que a venda de “partes do corpo humano e restos” são proibidos.

Até onde iriam as ofertas caso o eBay não tivesse cancelado o anúncio?

Empresa recolhe 58.000 testes de gravidez após numero anormal de “falsos positivos”

Cerca de 58 mil testes de gravidez estão a ser recolhidos após apresentarem um número anormal de “falsos positivos”! Os testes da marca Clear & Simple (iguais ao da imagem acima) eram comercializados no Reino Unido e estavam a apresentar números anormais de “falsos positivos”. Ou seja, o teste de gravidez indicava que a mulher estava grávida quando na verdade ela não estava.

A Agência Regulatória de Produtos de Saúde do Reino Unido (MHRA) anunciou a recolha dos testes nesta quinta-feira (04/10).

O fabricante do produto é a empresa chinesa Guangzhou Wondfo Biotech e eles explicaram qual foi a falha que causou os “falsos positivos”. De acordo com o fabricante, o comprimento de uma das tiras reagentes internas dos testes estava errada, o que fazia com que no resultado aparecesse positivo, ao invés do negativo.

Agora, e sobretudo se nos lê no Reino Unido, vejam lá se fez um destes testes, ou tem algum em casa, pertencente ao modelo: DM-102, Lote: DM10220170710E com validade até janeiro de 2020. Se sim, não acredite nos seus resultados. Devolva-o à farmácia!

Casal americano ganha acidentalmente 700.000 dólares

Um casal de Indiana está 700.000 (cerca de 607.000€) dólares mais rico graças a um erro. Imagine que ia jogar no Totoloto mas sem aperceber joga é no Euro Milhões. Sorteio feito e os números que por “lapso” jogou no Euro Milhões são sorteados…

Foi o que aconteceu a Herby Shehorn. Ele foi à loja Kwick Stop em Evansville, (uma casa de jogos e loterias)  e pretendia apostar 10 dólares em no Mega Millions. Mas quando chegou a casa verificou que postou os 10 dólares no CA$H 5 também um jogo do mesmo tipo.

O erro, que Shehorn , admite possa ter sido dele ao exprimir-se mal mas também de quem o atendeu na loja, fez com que o jogador e a sua esposa, Cori, ganhassem 703,588 dóalres (aos quais ainda tem que retirar os impostos). Mesmo assim, uma fortuna.

Na manhã seguinte voltou à loja e disse: ‘Estou feliz por você ter estragado tudo'”, dirigindo-se à empregada que o havia atendido no dia anterior e lhe tinha vendido os bilhetes “enganados” mas premiados.

Nos EUA há uma placa de trânsito errada há 54 anos! Vai ser mudada agora!

Corrigir uma placa ou sinal de de trânsito não é tão fácil quanto carregar em Delete e rescrever. Em alguns casos, pode levar mais de 50 anos.

Que o digam os nova iorquinos. Várias gerações de condutores da cidade de Nova York, por exemplo, há anos que andam a olhar duas vezes para uma placa que direciona o tráfego para a Ponte Verrazzano-Narrows, ligando os distritos de Brooklyn e Staten Island.  Mas… qual o problema? A placa diz  “Verrazano”, mas o correto é  Verrazzano – com dois “z”.

Esta semana, o governador de Nova York, Andrew Cuomo, assinou um projeto de lei para corrigir o sinal de trânsito com 54 anos à entrada da ponte que tem o nome de Giovanni da Verrazzano, o explorador italiano do século XVI. Esta lei vai permitir corrigir quase 10o casos só na zona de NY.

O nome fracassado deveu-se a um erro tipográfico, no contrato de construção original. “Os erros de digitação em sinais são relativamente raros”, disse um responável autárquico de NY. “Assim que são descobertos, geralmente são corrigidos rapidamente”.