Nov 26, 2008
554 Visitas

Carteiro que escondia correspondência vira herói nos EUA

Escrito por

steven-padgettEle cometeu um pecado capital para a classe dos carteiros: durante sete anos, Steven Padgett recusou-se a entregar cartas aos moradores de Raleigh (Carolina do Norte, EUA).

Ma não eram cartas comuns, mas catálogos, publicidade e anúncios não solicitados. Ele escondia essas correspondências na sua garagem ou enterrava-as no seu quintal. Como ninguém sentia falta das propagandas que Steven não entregava, o plano só chamou a atenção quando vizinhos começaram a perceber o acumulo de cartas.

Steven, de 58 anos, foi condenado a três anos de prisão em regime aberto, 500 horas de serviço comunitário e deverá pagar uma multa de 3 mil dólares (cerca de 2.300€).

O advogado de defesa disse ao “Los Angeles Times” que Steven, que sofre de diabetes e problemas no coração, se sentia sobrecarregado com o excesso de correspondências que eram enviadas por “mala-directa”.

O serviço postal dos Estados Unidos comunicou a centenas de moradores de Raleigh sobre o ocorrido, mas apenas uma pessoa respondeu. Kenna Reinhardt disse que Steven não deveria ser condenado, mas, sim, condecorado como um herói. “Em vez de incomodar as pessoas, ele fez o seu trabalho melhor do que ninguém”, disse Kenna, numa carta.

Outros moradores manifestaram-se na imprensa. Os leitores do “Raleigh News & Observer” aprovaram a conduta de Steven. “Steven para presidente”, escreveu um deles.

Outro leitor propôs dar ao ex-carteiro um emprego na área de telefonia, para que ele “dê um jeito nas ligações indesejáveis”.
Fonte: G1 |

Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *