Out 8, 2007
277 Visitas

Argentino que se supunha estar morte desde 1982 estava no Brasil

Escrito por
Um homem cuja família julgava ter sido morto na guerra das Maldivas em 1982, esteve preso no Brasil onde se encontra em liberdade condicional.
“Depois de 26 anos encontrá-mo-lo. Para nós ele estava morto. Teria morrido na guerra, de facto, a minha mãe morreu de tristeza por ele”, disse Analía Salcelo, irmã do ex combatente.

O protagonista da historia é Efraín Renato Salcedo, oriundo da província de Córdoba (no centro do país), e que os seus familiares deram como morto pois não apareceu na lista dos mortos em combate no conflito bélico com a Grâ Bretanha.

Analía, que vive em Córdoba, contou que há dias colocou os dados do seu irmão num mecanismo de busca na internet e descobriu uma pessoa com o nome igual a cumprir pena numa cadeia de Sergipe (nordeste brasileiro). O Consulado Argentino na Bahia está a tentar localizar o homem que entretanto saiu em liberdade condicional, depois de ter sido condenado a 6 anos e 8 meses de prisão por roubo. (Ah, já agora, a guerra da Maldivas ocorrida em 1982 durou 74 dias e morreram 649 argentinos e 255 britânicos.)

Redacção: 7FM Fonte: Yahoo Notícias/AFP

Categorias dos artigos
Insólito

Comenta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *